Menu
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
26 de fevereiro de 2021
Rádios

Carro pega fogo após acidente e casal morre carbonizado em Chopinzinho

Acidente foi na BR-373 e envolveu também um caminhão furgão.

Trânsito

por Evandro Artuzzi

f82d9d60-7e45-4c2d-bd1c-906ebfd03ab8
Publicidade

Um acidente de grandes proporções foi registrado em Chopinzinho no final da tarde desta quarta-feira (20). A ocorrência, registrada pela Polícia Rodoviária Federal, envolveu um Corsa Classic, placas de Realeza, e um caminhão furgão, com placas de Itapejara D’Oeste. A batida ocorreu por volta das 17h30 no cruzamento da BR-373 com a PR-281, no trevo de acesso à Chopinzinho.

O carro, que era ocupado por um casal, seguia pela PR-281 e ao acessar a 373 foi atingido na lateral esquerda pelo caminhão que seguia sentido Candói/Coronel Vivida. Com o impacto da batida, o carro foi jogado numa ribanceira na margem da rodovia. Populares tentaram socorrer as vítimas, mas o carro incendiou foi destruído pelo fogo antes da chegada do Corpo de Bombeiros.

O empresário Ade Szura, de Chopinzinho, foi um dos primeiros a chegar no local. Ele contou à reportagem da Extra FM que o motor do carro estava funcionando, provocando o incêndio. O local foi isolado para perícia da Criminalística, que ocorreu por volta das 21 horas. Com auxílio dos bombeiros, peritos retiram os corpos que foram recolhidos ao IML de Pato Branco.

As vítimas, segundo familiares, são Guilhermina Juliana de Almeida, de 46 anos, e Milton Alexandre de Oliveira, de 52 anos. Ambos saíram de Realeza com destino à São Paulo, onde iriam morar e trabalhar. Conforme o agente da PRF, Almada, as causas do acidente serão apuradas a partir do boletim de ocorrência e também por meio dos laudos da Criminalística.

Publicidade
Publicidade
[Grupo RBJ de Comunicação] Carro pega fogo após acidente e casal morre carbonizado em Chopinzinho — Milton Alexandre de Oliveira, de 52 anos, e Guilhermina Juliana de Almeida, de 46 anos, vítimas do acidente. Foto: Divulgação família
Milton Alexandre de Oliveira, de 52 anos, e Guilhermina Juliana de Almeida, de 46 anos, vítimas do acidente. Foto: Divulgação família
Publicidade