Menu Envie sua pauta
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
16 de junho de 2021
Rádios

Carcaças de veículos aparecem com baixa no nível de água do reservatório Salto Santiago

Cotidiano

por Evandro Artuzzi

73ceb58e-99ab-4020-83ae-7dfac0193cc1
Publicidade

Muito mais que a redução da quantidade de água do reservatório, a estiagem dos últimos meses tem também mostrado a realidade do relevo na região banhada pelas águas do lago da usina Hidrelétrica Salto Santiago, na divisa entre o Sudoeste e o Centro Sul do Estado. Um dos pontos com grande concentração de pessoas nos últimos dias têm sido os arredores da ponte no limite entre os municípios de Chopinzinho, Foz do Jordão e Candói.

O espaço, antes tomado pela água, hoje dá lugar para famílias que se reúnem diariamente para a prática da pesca e outras atividades de lazer. Uma das expectativas é conseguir visualizar a antiga ponte que fazia a ligação antes da formação do reservatório com a construção da Usina Salto Santiago no fim da década de 70, cuja operação foi iniciada em 1980.

Mas, a baixa do volume de água também tem revelada que as proximidades da ponte atual pode ser um “cemitério” de carros furtados ou roubados, isso por que nos últimos dias muitas carcaças têm sido avistadas no local. Nesta segunda-feira (27), ouvintes da Extra FM avistaram uma dessas carcaças. Nossa equipe de jornalismo esteve no local e confirmou a informação, verificando se tratar possivelmente da carcaça de uma camionete.

A editoria do RBJ entrou em contato com a ALI (Agência Local de Inteligência), da Polícia Militar, e recebeu a informação que todas as carcaças encontradas estão sendo averiguadas, porém, é necessária também a interferência da Polícia Civil e do Instituto de Criminalística para apurar a origem. Enquanto isso não ocorre, as carcaças permanecem no mesmo local, em muitos casos servindo de apoio para pescadores amadores que frequentam o alagado diariamente.

Publicidade
Publicidade

 

Publicidade