Menu Envie sua pauta
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
17 de janeiro de 2022
Rádios

Aumento da tarifa do transporte público de Francisco Beltrão não será autorizado com os valores sugeridos

Afirmação foi feita pelo prefeito Cléber Fontana em entrevista na manhã desta quarta-feira (5)

Geral

por Lucas Maciel

20220105_074732 (1)
Foto: Lucas Maciel
Publicidade

O aumento da tarifa do transporte coletivo urbano de Francisco Beltrão sugerido pela empresa Guancino não será autorizado pelo prefeito Cléber Fontana, pelo menos não com os valores pleiteados pela empresa detentora do fornecimento do serviço.

Em entrevista na manhã desta quarta-feira (5), o prefeito afirmou que a sugestão de reajustar a tarifa para R$ 6,91 não será autorizado com este valor, mas sim com um valor menor que pode ficar entre R$ 4 e R$ 4,40:

Atualmente o custo da tarifa é de R$ 3,65 por passagem mas a empresa alega que a solicitação tem como base o contrato de concessão além da defasagem no valor devido que não foi reajustado nos anos de 2020 e 2021.

Publicidade
Publicidade

Com problemas financeiros, a Guancino alega que a defasagem têm prejudicado a manutenção e troca da frota devido aos custos que tem como base a variação no preço do combustível, pneus, peças, salários e desgaste da frota.

Nos últimos anos durante a pandemia de coronavírus, a empresa alega que o movimento caiu drasticamente além de nunca ter alcançado o fluxo projetado no contrato de licitação. Uma das alternativas para reorganizar as finanças foi a suspensão dos contratos dos cobradores, que continuaram recebendo seus salários através do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda do Governo Federal.

 

Publicidade