Menu
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
21 de janeiro de 2021
Rádios

Alimentos do Compra Direta beneficiam 700 famílias do município

Cotidiano

por Romeu Junior

COMPRA DIRETA
Publicidade
[Grupo RBJ de Comunicação] Alimentos do Compra Direta beneficiam 700 famílias do município — Programa permite acesso à alimentação saudável
Programa permite acesso à alimentação saudável

Centenas de Famílias de Francisco Beltrão estão sendo beneficiadas com alimentos do Programa Compra Direta, que tem o objetivo de contribuir com a segurança alimentar de pessoas em situação de vulnerabilidade social. A coordenação no município é da secretaria municipal de Assistência Social. O programa do Governo do Estado permite acesso à alimentação saudável, além de incentivar a agricultura familiar, que fornece os alimentos.

Estão sendo beneficiadas 700 famílias de seis Equipamentos da Assistência Social. São 8.000 quilos de alimentos ao mês. O repasse é feito  através dos serviços e programas socioassistenciais prestados pelos CRAS da Cidade Norte, Padre Ulrico e São Miguel, CREAS, Casa de Passagem e Casa Abrigo. As entregas iniciaram na segunda quinzena de junho e estão previstas para um período de três meses. Ao todo serão distribuídos 24.000 quilos de alimentos. Alguns produtos são entregues todas as semanas e outros uma vez ao mês.

Para a secretária municipal de Assistência Social, Nádia Bonatto “a iniciativa do Estado é importante e complementa as demais ações desenvolvidas pela administração municipal”. Ela explica que diante da nova realidade em decorrência do coronavirus, foi necessário readaptar o acompanhamento das famílias para atender as novas demandas que estão surgindo.

“As contribuições para a garantia da segurança alimentar são fundamentais e nossos técnicos não tem medido esforços para que estes alimentos cheguem até as famílias em vulnerabilidade”, enfatiza Nádia.      Estão credenciadas no município a Cooperativa Agropecuária Familiar Rural (Coafar), Cooperativa da Agricultura Familiar Integrada (Coopafi) e a Cooperativa Regional dos Viticultores do Sudoeste (Copervin). As famílias beneficiárias recebem feijão, fubá, produtos panificados, hortaliças, frutas, legumes, temperos e suco de uva.

Publicidade
Publicidade

Assessoria

Publicidade