A movimentação financeira em torno do setor agropecuário da microrregião de Palmas, composta pelos municípios de Clevelândia, Coronel Domingos Soares, Honório Serpa, Mangueirinha e Palmas, cresceu 20,3% entre 2015 e 2016, segundo o relatório preliminar do VBP (Valor Bruto de Produção), divulgado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná (Seab).

Os cinco municípios geraram quase R$ 1,3 bilhão no último ano, através da agricultura, pecuária, silvicultura, extrativismo vegetal, fruticultura,  pesca, entre outras atividades do setor. Em 2015, as cifras eram de R$ 1,071 bilhão.

Todos os integrantes da microrregião apresentaram taxas de crescimento acima de dois dígitos. O maior percentual foi de Mangueirinha – 28,9% – passando de R$ 285,3 milhões para R$ 367,8 milhões. Em seguida, estão Clevelândia e Honório Serpa, com praticamente o mesmo acréscimo percentual – 19,8%.

Coronel Domingos Soares, que em 2015 detinha um VBP de R$ 146,9 milhões, em 2016 chegou a quase R$ 170,6 milhões. Já o município sede da microrregião, Palmas, cresceu 14,2%, totalizando R$ 317,3 milhões.

Valor Bruto de Produção 2016 – Microrregião de Palmas/PR

Município20152016Variação
PalmasR$ 277.885.836,11R$ 317.377.815,16+14,2%
Cel. Domingos SoaresR$ 146.918.134,32R$ 170.594.833,65+16,1%
ClevelândiaR$ 210.833.985,59R$ 252.548.192,22+19,8%
Honório SerpaR$ 150.399.724,48R$ 180.104.299,35+19,8%
MangueirinhaR$ 285.356.936,49R$ 367.891.795,31+28,9%
TotalR$ 1.071.394.616,90R$ 1.288.516.935,69+ 20,3%