A safra nacional de maçã no ciclo 2019/2020 sofreu uma queda de quase 20%, somando 939 mil toneladas, segundo a ABPM (Associação Brasileira de Produtores de Maçã).

Ao participar de uma videoconferência com produtores no último sábado (04), o pesquisador da Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina), José Luiz Petri, apontou que fatores climáticos, como o inverno mais ameno, chuvas na primavera e a falta de chuvas, afetaram a produção, principalmente da variedade Fuji.

Para a próxima safra, o especialista avalia que, se o clima se mantiver estável, sem eventos inesperados, como geada ou granizo, a estimativa é que os números melhorem. Ouça no player abaixo: