A forte queda nas temperaturas e a geada registrada no final de abril refletirão em perdas de até 30% nas lavouras de feijão da região de Palmas, Sul do Paraná.

De acordo com o Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria de Estado da Agricultura, Clevelândia, Mangueirinha, Mariópolis e Pato Branco foram os municípios mais afetados, com perda total em algumas lavouras. Considerando a região de abrangência do Núcleo da Seab de Pato Branco, onde foram plantados 60 mil hectares de feijão, a quebra deve ficar nos 30%.

Conforme engenheiros agrônomos e produtores, o ciclo estendido do milho levou à plantação tardia do feijão. Até o momento, cerca de 15% das lavouras da região foram colhidas, alcançando, em média, 1,9 mil quilos por hectare.