A  Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) firmou uma parceria com a Basf, para a formação de uma rede de estações meteorológicas nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A iniciativa tem por objetivo ajudar os produtores de maçã da região a monitorar as baixas temperaturas e a ocorrência de chuvas, bem como obter informações sobre o melhor momento para realizar o tratamento fitossanitário, o controle de doenças e também a época ideal de início das pulverizações para quebra de dormência. O convênio foi assinado nesta semana, durante a Enfrute 2013,em Fraiburgo (SC).

As duas principais doenças da cultura de maçã – a sarna da macieira e a mancha gala – estão relacionadas às condições climáticas e ocorrência de chuvas. Como um instrumento de meteorologia, a rede auxilia o agricultor a decidir o melhor momento preventivo de aplicar os fungicidas.  As estações terão análise de temperatura em tempo real, com a soma de horas e unidades de frio.

Na parceria, a Basf irá realizar o monitoramento das 20 estações meteorológicas e a Epagri será responsável pela montagem das estações e treinamento da equipe . O serviço poderá ser acessado por meio do site da Epagri e posteriormente, também no Portal Porteira, que está sendo desenvolvido pela Basf.