A unidade regional da Adapar (Agência de Defesa Agropecuária do Paraná) de Pato Branco registrou o recebimento de pacotes de sementes sem procedência no município de Clevelândia.

Ao Departamento de Jornalismo da Rádio Club de Palmas, o supervisor regional da Adapar, Pedro Tondo, informou que os pacotes contendo as sementes foram enviados juntamente com uma compra de calçados, realizada por um morador do município clevelandense através da Internet.

A empresa que realizou a venda dos calçados e que teria colocado o pacote com as sementes junto com a compra está sediada em São Paulo. De acordo com o supervisor, já foi tentado contato com a empresa, porém, até o momento, os órgãos de defesa sanitária não obtiveram respostas.

O material foi coletado pela Adapar e encaminhado para análises no laboratório do Tecpar (Instituto de Tecnologia do Paraná). A previsão é que os resultados levem mais de 30 dias para serem divulgados.

Salienta Tondo que, em casos de recebimento de sementes sem informações de procedência, as pessoas não devem, de maneira alguma, abrir as embalagens, nem plantar as sementes, tampouco joga-las no lixo. A orientação é que a Adapar seja comunicada, para dar a destinação correta aos materiais, uma vez que as sementes podem trazer pragas, doenças e até mesmo plantas daninhas que não existem no país, podendo acarretar prejuízos à agricultura e ao meio ambiente. Ouça no player abaixo:

Foto de capa: Ilustração / Fonte: Adapar