A Receita Federal abriu no dia 12 de agosto o período para a declaração do imposto sobre a propriedade territorial rural, o ITR. Devem declarar pessoas físicas ou jurídicas proprietárias ou titulares de qualquer imóvel rural no país. Quem perdeu a posse do imóvel de janeiro de 2019 até a data da declaração também deve declarar.

A expectativa é que sejam feitas até o dia 30 de setembro, prazo que encerra as entregas, aproximadamente cinco milhões e 700 mil declarações. Para fazer o ITR é preciso utilizar um computador e baixar o programa gerador da declaração do ITR no site da receita federal, o www.receita.economia.gov.br. Outra opção é procurar escritórios de contabilidade ou entidades ligadas a agricultura.

Em Chopinzinho, os declarantes podem contar com auxílio do Sintraf (Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar). Conforme a presidente da entidade, Luciana Alonso Kaiser, sócios e não sócios podem fazer a declaração, pagando valores acessíveis. Também não é necessário permanecer no local aguardando. Caso os declarantes tenham pressa, basta deixar os documentos com os atendentes, que esses farão todo o procedimento, inclusive o pagamento da guia na agência bancária.

Luciana lembra que quem não declarar dentro do prazo pode ter que pagar multa de um por cento ao mês sobre o imposto devido, além de não conseguir acessar financiamento da lavoura.

Ouça a entrevista…