Secretaria de Saúde adota sistema para monitorar casos de conjuntivite

por Francione Pruch em 18 de Abril de 2018 16:53
por Francione Pruch em 18 de Abril de 2018 16:53

O surto de conjuntivite no estado do Paraná tem preocupado as cidades do sudoeste. Em Francisco Beltrão, a Secretaria Municipal de Saúde implantou recentemente um sistema para monitorar os casos. Agora, cada paciente suspeito de ter a doença deve preencher um questionário. Outra medida é o trabalho de orientação.

Segundo a enfermeira do setor de Epidemiologia, Kátia Schimitz, nessa época do ano é comum aumentar o número de pessoas com conjuntivite. “A conjuntivite não é uma doença de notificação compulsória, ou seja, não cria uma ficha toda vez que o paciente entra na unidade de saúde e indique que tenha a doença. A gente sabe que tem aumentado os casos, apesar que nessa época do ano é normal registrar esse aumento”.

A falta de um controle em meses anteriores, impede uma análise detalhada dos números e locais onde pode existir elevação nos casos. Isso motivou a equipe as secretaria a inserir questionário em cada unidade de saúde.

“Criamos uma planilha para ter o controle se tem ou não aumentado os casos. Não podemos fazer comparações porque não temos dados do ano passado. Acreditamos que no final do mês já teremos alguns dados para repassar”, destaca Kátia.

Existem seis tipos da doença, sendo elas Conjuntivite alérgica; viral; bacteriana; fúngica; gonocócica e conjuntivite de inclusão.

A mais comum nessa época é a conjuntivite alérgica. “É uma doença que acomete os olhos. O paciente vai sentir muita coceira, irritabilidade, secreção. Por isso orientamos a procurar um médico e evitar a automedicação”, salienta a enfermeira.

 

Compartilhar