Show promovido pela Rede Bom Jesus de Comunicação e Rádio Onda Sul FM de Francisco Beltrão

Endometriose, uma doença que afeta cerca de 7 milhões de brasileiras

por Juliana Raddi em 29 de outubro de 2017 16:21
por Juliana Raddi em 29 de outubro de 2017 16:21

A endometriose é uma doença bastante desconhecida e de difícil diagnóstico. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 180 milhões de mulheres no mundo sofrem de endometriose. No Brasil a doença afeta de 10% a 15% das mulheres em fase reprodutiva (13 a 45 anos), ou seja, cerca de 7 milhões de brasileiras são acometidas pelo problema que causa fortes dores e pode levar à infertilidade.

(Imagem Ilustrativa)

(Imagem Ilustrativa)

A doença se caracteriza pelo crescimento do endométrio, a camada interna do útero, fora do seu local habitual, levando a uma reação inflamatória crônica. Devido ao refluxo menstrual pelas trompas uterinas, o endométrio chega a lugares onde não deveria, como: útero, trompas, ovários, ligamentos do útero, superfície do reto, bexiga e diafragma.

Existem mulheres que sofrem dores incapacitantes e outras que não sentem nenhum tipo de desconforto. Porém, segundo estudos recentes, a maioria das mulheres leva até 6 anos para chegar ao diagnóstico efetivo da endometriose, por isso é importante ficar atenta aos primeiros sintomas:

  • Cólicas menstruais intensas e dor durante a menstruação;
  • Dor pré-menstrual;
  • Dor durante as relações sexuais;
  • Dor difusa ou crônica na região pélvica;
  • Fadiga crônica e exaustão;
  • Sangramento menstrual intenso ou irregular;
  • Alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação;
  • Dificuldade para engravidar e infertilidade.
(Imagem Ilustrativa)

(Imagem Ilustrativa)

Segundo o Dr Arlindo Serena, a doença afeta muito a qualidade de vida da mulher, porém, ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, ela não é sinônimo de infertilidade, pois os mecanismos que levam a essa condição são incertos e provavelmente dependem, em parte, do estágio da doença e geralmente não impossibilita completamente a gravidez. O médico explica ainda que, o tratamento para endometriose pode ser feito com o uso de medicações hormonais, realização de cirurgia ou a com a combinação das duas.

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar