MAGAZINE DE NATAL EXCLUSIVIDADE RBJ.COM.BR

31 de maio – Dia Mundial Sem Tabaco

por Guilherme Zimermann em 31 de Maio de 2018 6:00
por Guilherme Zimermann em 31 de Maio de 2018 6:00

Nesta quinta-feira (31) é celebrado o Dia Mundial Sem Tabaco, data em que diversas ações são difundidas como forma de combater o vício. Há um certo tempo, o Brasil tem evoluído sobre esse ponto, com restrições para o cigarro em ambiente coletivo, exposição dos males do vício nas próprias carteiras e outras campanhas. Porém, o número de fumantes ainda é grande. No Paraná, são registradas 12 mortes, por dia, em decorrência de doenças relacionadas ao cigarro.

Em nível mundial, 7 milhões de pessoas morrem todos os anos em decorrência do tabaco, segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS). No entanto, o que chama atenção é o número de mortes de fumantes passivos – aqueles que não têm o hábito do fumo, mas convivem com outros fumantes – 900 mil por ano.

Em 2018, através do Dia Mundial Sem Tabaco, a OMS busca chamar atenção para as doenças cardiovasculares provocadas pelo fumo, uma vez que fumantes têm risco 25% a 30% maior de morrer por doenças do gênero.

Além de problemas cardíacos, o tabaco também está relacionado a diversas enfermidades pulmonares e cânceres, como de boca, língua e garganta.

Diante desses números, outro fator que pode auxiliar no combate a esse vício é, além dos benefícios na saúde, também o alívio para o bolso, com redução dos gastos com cigarros e com os tratamentos de saúde.

Em Palmas, Sul do Paraná, por exemplo, no ano passado, os fumantes gastaram aproximadamente R$ 325,8 mil todos os meses, de acordo com o Índice de Potencial de Consumo (IPC), levantado pela IPC Marketing. A pesquisa considera os gastos com cigarros, charutos, fumo para cachimbo, fumo para cigarros e outros artigos para fumantes, como fósforos e isqueiros.

Além disso, é necessário se levar em conta o impacto econômico do tabagismo no sistema único de saúde (SUS). Segundo estudo realizado em 2011, o país gastou R$ 23 bilhões com o tratamento de algumas das mais de 50 doenças tabaco-relacionadas.

Compartilhar