Show promovido pela Rede Bom Jesus de Comunicação e Rádio Onda Sul FM de Francisco Beltrão

Participação de adolescentes nas eleições deste ano em Palmas/PR ainda será pequena

por Redação RBJ em 28 de julho de 2016 10:03
por Redação RBJ em 28 de julho de 2016 10:03

O número de eleitores com idade entre 16 e 17 anos de Palmas, Sul do Paraná, aptos ao voto nas eleições de outubro apresentou um leve crescimento comparado às eleições municipais de 2012, de acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Naquele ano, 728 eleitores dessa faixa etária estavam habilitados para votação. Já em 2016, esse número subiu para 752 – crescimento de pouco mais de 3%.

No entanto, considerando a população jovem do município, a quantidade de eleitores dessa faixa etária, cujo voto é facultativo, é bastante baixa. Com base nos percentuais do último Censo, realizado em 2010, os palmenses com idades entre 16 e 17 anos representavam cerca de 3,99% de toda a população do município. Atualmente, com uma população estimada em 47.674, o número de habitantes dentro dessa faixa de idade é de, aproximadamente, 1,9 mil adolescentes, dentre os quais, apenas 752 estão aptos ao voto.

Por outro lado, em nível estadual o eleitorado adolescente sofreu uma forte queda. Enquanto que nas eleições de 2012 os eleitores de 16 e 17 anos chegavam a 170.047, em 2016 caiu para 135.206 – cerca de 20,4% menos que na eleição anterior.

Conforme o diretor do instituto Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, em entrevista ao Bem Paraná, os números refletem a desilusão dos eleitores, em especial dos jovens, com a política. Para ele, as pessoas que se engajaram nas inúmeras manifestações iniciadas em 2013, não se sentiram representadas ou ouvidas pela classe política. Por outro lado, alerta que o desinteresse do eleitorado só favorece ao voto por interesse corporativo ou troca de favores, o que pode provocar uma queda ainda maior na qualidade da representação política.

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar