Na segunda denúncia contra Temer, três deputados da região votaram contra a investigação

por Francione Pruch em 26 de outubro de 2017 16:23
por Francione Pruch em 26 de outubro de 2017 16:23

Serraglio, Giacobo e Meurer votaram para barrar a investigação.

Serraglio, Giacobo e Meurer votaram para barrar a investigação.

A Câmara dos Deputados votou nesta quarta-feira (25), a segunda denúncia contra o Presidente Michel Temer (PMDB). O pedido de investigação contra o presidente e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria Geral) foi solicitado pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

+Plenário da Câmara rejeita denúncia contra Temer por 251 a 233 votos

Com 251 votos contrários à autorização para investigação e 233 votos favoráveis, tendo duas abstenções, a Câmara barrou pela segunda vez a investigação contra Temer.

O Sudoeste do Paraná conta com cinco parlamentares, desses, três votaram contra a autorização da investigação. Sendo eles, Osmar Serraglio (PMDB), Fernando Giacobo (PR) e Nelson Meurer (PP).

Os deputados Assis do Couto (PDT) e Leandre Dal Ponte (PV) votaram a favor da continuidade da investigação. Com a decisão, Michel Temer só pode ser investigado após deixar o cargo, no dia 31 de dezembro de 2018.

 

 

 

 

 

 

 

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar