MAGAZINE DE NATAL EXCLUSIVIDADE RBJ.COM.BR

Delegado da PF fala na Rádio Club sobre operação deflagrada na região

por Guilherme Zimermann em 27 de Março de 2018 15:48
por Guilherme Zimermann em 27 de Março de 2018 15:48
PalmasAbelardo Luz

Em entrevista exclusiva à Rádio Club de Palmas, Sul do Paraná, o delegado da Polícia Federal de Chapecó, Oeste de Santa Catarina, Sandro Bernardi, falou a respeito da Operação Outorga, deflagrada na manhã desta terça-feira (27), que investiga fraude na obtenção de financiamento agrícola por um empresário do município catarinense de Abelardo Luz. Ouça trecho da entrevista:

Imagem: Reprodução/NSC

Explicou o delegado que a suspeita é de que o empresário e seus familiares teriam obtido os financiamentos mediante a apresentação de documentação falsa e a utilização de laranjas. “Foram identificadas 29 pessoas (laranjas), quase todas empregados desse empresário. Nenhum tinha ligação com a agricultura, ou seja, forjaram toda a documentação para que essas pessoas fosse consideradas agricultoras”, revela.

As procurações em favor do principal investigado foram outorgadas, daí o nome da operação, por instrumento público, dando amplos poderes de movimentação dos valores ao empresário.

Salienta o delegado Bernardi que, neste momento, as autoridades policiais não podem divulgar os nomes dos envolvidos, por conta de determinações judiciais, que garantem sigilo e também proteção à imagem dos suspeitos.

Além do município abelardense, também foram cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão e sequestro de bens e bloqueio de valores em outros municípios de Santa Catarina, do Estado do Mato Grosso, e também do Paraná, entre eles Palmas. Conforme o delegado, cinco dos “laranjas” do esquema residem no município, sendo elas alvos de mandados de busca, além do bloqueio de imóveis de propriedade dos investigados. “O Cartório de Registro de Imóveis foi oficiado para fazer esse bloqueio de bens aí em Palmas”, informou.

Compartilhar