Região de Palmas destina mais de 146 mil hectares à preservação

por Guilherme Zimermann em 16 de Janeiro de 2019 19:39
por Guilherme Zimermann em 16 de Janeiro de 2019 19:39

A microrregião de Palmas destina mais de um quarto do seu território à preservação de vegetação nativa. De acordo com números coletados pelo setor de estudos territoriais da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) a partir de dados do CAR (Cadastro Ambiental Rural), dos 539,5 mil hectares (ha) que compõem os municípios de Palmas, Coronel Domingos Soares, Clevelândia, Honório Serpa e Mangueirinha, cerca de 146,1 mil ha (27%) são destinados à preservação.

Com base em informações de 2018, a região apresenta 4.065 imóveis rurais registrados no CAR. O prazo para o cadastramento foi prorrogado mais uma vez pelo governo federal, estendendo-se agora até 31 de dezembro de 2019.

Em nível de Estado, são 417.923 imóveis cadastrados no CAR, que ocupam uma área de 16.073.570 ha. Esta área representa cerca de 80,47% do estado de Paraná.

Esses imóveis possuem uma área total dedicada à preservação da vegetação nativa de 4.622.074 ha. Ou seja, na média, os imóveis rurais de Paraná destinam 28,76% de sua área para a preservação da vegetação nativa. Ou ainda, estas áreas destinadas à preservação da vegetação nativa representam 23,14% da área do Estado.

Compartilhar