MAGAZINE DE NATAL EXCLUSIVIDADE RBJ.COM.BR

Período da piracema está em vigor desde o começo do mês

por Francione Pruch em 17 de novembro de 2017 14:34
por Francione Pruch em 17 de novembro de 2017 14:34

Começou no dia primeiro de novembro e prossegue até o dia 28 de fevereiro de 2018, a proibição da pesca de espécies nativas em rios e reservatórios do Paraná. Conhecido como período da piracema, a ação visa proteção da fauna aquática durante a reprodução das espécies.

“O objetivo é proibir e ter um controle maior porque é o período de reprodução. Pode pescar as espécies exóticas, por exemplo carpa e tilápia, pois essas atrapalham a reprodução de espécies nativas”. Comenta o chefe regional do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Dirceu Abati.

Tanto para a pesca amadora como para a profissional embarcada ou desembarcada é necessário a posse da documentação do Ministério da Pesca. “A pesca amadora é prevista, tanto essa modalidade quanto a esportiva deve ser documentada, por isso procure o IAP, ou órgãos responsáveis para fornecer informações”, diz Abati.

Nesse período a Polícia Ambiental, junto com o IAP intensificam os trabalhos de fiscalização em rios e lagos da região. Quem for pego cometendo a irregularidade, responde criminalmente e administrativamente com multas de aproximadamente R$ 700 por pescador e mais de R$ 20 por quilo de peixe pescado.

 

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar