Vigilância orienta sobre regras de identificação de frutas e verduras

por Ivan Cezar Fochzato em 5 de dezembro de 2017 14:38
por Ivan Cezar Fochzato em 5 de dezembro de 2017 14:38

A equipe da Vigilância em Saúde realizou nesta segunda-feira (04), a fiscalização de  mercados e frutarias de Palmas, no Sudoeste do Paraná. A iniciativa teve como base a norma que obriga os estabelecimentos a identificar a procedência de frutas, verduras e legumes nas gôndolas e bandejas.

A busca pelo controle dos produtos que são comercializados em Palmas vem sendo bem aceita pela população. De acordo a chefe da Vigilância em Saúde, Karine Tobera, a medida visa garantir mais segurança e qualidade dos alimentos comercializados, tanto no varejo como no atacado.

Nesta primeira etapa, a exigência vale para dez alimentos de origem vegetal: banana, cebola, cenoura, couve-flor, laranja, maçã, morango, repolho, tomate e uva. Nos próximos dois meses, as equipes de saúde promoverão uma série de atividades educativas para esclarecer dúvidas de consumidores, comerciantes e produtores.

Os proprietários e colaboradores dos estabelecimentos visitados receberam materiais educativos e de orientação à população sobre a nova norma, informou a médica veterinária Andriele Predebon. “Nesses primeiros 60 dias, vamos atuar ainda na orientação de todos os envolvidos na cadeia produtiva sobre o papel de cada um neste processo”, disse.

 

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.