MAGAZINE DE NATAL EXCLUSIVIDADE RBJ.COM.BR

Um lar em construção

por Redação RBJ em 22 de agosto de 2015 13:37
por Redação RBJ em 22 de agosto de 2015 13:37

Dia após dia vizinhos e amigos num trabalho conjunto estão construindo a casa da Dona Terezinha, moradora em Chopinzinho. Com poucas condições de comprar os materiais e pagar um profissional para fazer a obra, ela não mede esforços na hora de correr atrás e conseguir ajuda para fazer a casa, a qual é para abrigar seu neto de 10 anos, portador de necessidades especiais.

“Estou colaborando, eu ajudo conforme posso”, comenta Alceu Teles, voluntário na obra. Com terreno doado pela sua mãe, Dona Terezinha de Góis conseguiu comprar algumas madeiras do vizinho para iniciar a casa, “seu Itamar nos vendeu as madeiras, minha mãe deu uns metros do terreno para gente construir. Tem uma turma trabalhando, não estão cobrando nada porque sabe que estamos precisando, agora falta à cobertura”.

DSCN5088Terezinha tentou buscar ajuda com vereadores e Assistência Social de Chopinzinho, mas não obteve êxito. Indignada em não conseguir apoio, ela disse que iria procurar a Rádio Difusora América, “na assistência social, falei com a Eliana, disse que não poderia me ajudar. Teve vereador que prometeu madeira para casa, não cumpriu e bateu na porta depois pedir voto. Eles quando vão à casa do povo, vão enganando, prometem o mundo e o fundo, quando chega à hora eles não ajudam ninguém. Mas nem para cobertura eles não podem me ajudar, falei tudo bem, estou indo na rádio. Ela falou que iria me processar se viesse aqui na Difusora América denunciar”.

Segundo a Secretária Municipal de Assistência Social, Eliana Piaia, “isso não procede. Nos disse que tinham prometido para ela, talvez um político. A orientação foi que ela tem o direito de se manifestar onde quer, mas se fez uma troca por voto não é mais nossa instância”.

Eliana também destacou que a família havia sido beneficiada com uma residência no passado, “ela já foi beneficiada com projeto de habitação popular no ano de 2002. A gente reconhece que cada um pode se desfazer, ela comercializou essa casa. Então tanto ela como outra família passa por um crivo de avaliação social quando é para projeto de inclusão habitacional. No momento no município nenhum projeto de habitação popular está em andamento”.

Agora Dona Terezinha conta com a colaboração da comunidade para doação de materiais de construção e assim concluir sua casa, “vou lá pedir socorro para eles, porque vão conseguir me ajudar”.

 

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar