Transbordo de rios e córregos provoca alagamentos em Francisco Beltrão

por Evandro Artuzzi em 22 de outubro de 2017 14:49
por Evandro Artuzzi em 22 de outubro de 2017 14:49

O excesso de chuvas registrado em Francisco Beltrão, Sudoeste do Estado, no sábado (21) provocou novos transtornos à população. Em vários pontos da cidade, ruas e casas foram alagadas.  Um dos pontos críticos fica bem próximo do centro, nos arredores do Ginásio de Esportes Arrudão. Inclusive, o campo de futebol está completamente alagado. A Rua Curitiba teve o trânsito interrompido. O motivo foi a cheia do Rio Lonqueador.

No Parque de Exposições, o córrego Urutago saiu de seu leito normal e provocou alagamento da área utilizada inclusive para caminhadas. No Bairro Luther King, algumas ruas também tiveram o trânsito impedido por causa de alagamentos. Nesse bairro, o problema são alguns córregos que desembocam no Rio Marrecas. Com a cheia do rio, a água retorna pelos córregos e deixa ruas e casas alagadas nas partes mais baixas.

Outro problema verificado pela Defesa Civil é no córrego Progresso, no Bairro São Miguel. Alguns moradores ficaram ilhados. No bairro Marrecas, moradores das partes mais baias também tiveram com alagamentos. Alguns moradores utilizaram barcos para se locomover, pois a ruas ficaram cobertas pela água.

Parte do Parque Alvorada também ficou embaixo da água. Nesse local, o problema foi ocasionado pela cheia do Rio Marrecas, que passa nas imediações. A Defesa Civil está de prontidão para atender as famílias que necessitarem de ajuda.

De acordo com dados do IAPAR (Instituto Agronômico do Paraná), por meio de sua unidade de monitoramento em Francisco Beltrão, nas últimas 24 horas choveu cerca de 130 milímetros. O índice, segundo o responsável Josmar Ramos, fica atrás somente do registro feito em 16 de meio de 2003, quando choveu 132,4 milímetros em 24 horas.

Fotos: Divulgação redes sociais (WhatsApp) e Maria Mintkevicz

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar