Suspeito pela morte de taxista foi detido em Palmas

por Ivan Cezar Fochzato em 10 de agosto de 2018 10:57
por Ivan Cezar Fochzato em 10 de agosto de 2018 10:57
Esta matéria utiliza fontes de: Alencar Pereira

Policiais da Divisão de Investigação Criminal(DIC) de São Lourenço do Oeste,  em Santa Catarina, apreenderam na manhã desta sexta-feira(10) no Bairro Alto da Glória em Palmas, sul do Paraná, um suspeito de latrocínio. A operação iniciou às 06h00 da manhã, quando também foi localizado o carro da vítima.

O taxista estava desaparecido desde o final da tarde do dia 08/08

A prisão foi resultado de investigação da autoria da morte de Adilso Coletto, 46 anos, que teve o corpo encontrado por populares nesta quinta-feira(09) na localidade de linha Taquari – próximo rodovia SC 480, entre os São Lourenço do Oeste – Jupiá. Conforme levantamento inicial, a vítima morreu em decorrência de ferimentos por golpes de faca e pedradas.

Segundo informações  da imprensa catarinense, Adilson foi contratado  por um homem para fazer uma corrida até a cidade de Santa Terezinha do Progresso, também no estado de SC, na última quarta-feira(08).

Ao final da tarde comunicou a um colega que estaria retornando a Campo Erê. Pela demora, o irmão passou a ligar  mas o celular dava fora de área, quando  então a policia foi comunicada.

 

Posteriormente, foi obtida a informação de que o carro do taxista, um Renault Symbol, cor prata com placas NXP 2966 de Campo Erê, passou pelo posto fiscal da Cidasc em São Lourenço do Oeste, por volta das 19h40.

O município de Palmas fica há pouco mais de 100 quilômetros de onde o corpo da vítima encontrado.

Compartilhar