Suspeito de atirar contra pai e filho em Manfrinópolis é preso pela Polícia Civil

por Evandro Artuzzi em 6 de agosto de 2018 19:41
por Evandro Artuzzi em 6 de agosto de 2018 19:41

Arma usada para atirar contra pai e filho foi apreendida. Foto de divulgação

A Polícia Civil de Francisco Beltrão, através de investigadores da SIG, prendeu na tarde desta segunda-feira (6) na área de invasão conhecida como “Terra Nossa”, no Bairro Padre Ulrico, um homem de 48 anos, suspeito de dupla tentativa de homicídio e posse irregular de arma de fogo.

Com ele foi apreendido um revólver calibre 38, municiado com cinco cartuchos intactos. O homem é suspeito pela dupla tentativa de homicídio em que foram vítimas pai e filho, na comunidade de Santo Antônio do Divisor, interior de Manfrinópolis. O fato ocorreu no dia 1º de agosto, quarta-feira. No interrogatório, o suspeito confessou ter atirado por estar sendo ameaçado pelas vítimas.

O homem foi indiciado por posse irregular de arma de fogo e por dupla tentativa de homicídio. O mesmo está recolhido junto ao setor de carceragem da 19ª SDP. O inquérito policial será concluído dentro de dez dias e encaminhado à Justiça.

Suspeito de atirar contra pai e filho em Manfrinópolis é preso pela Polícia Civil

A Polícia Civil de Francisco Beltrão, através de investigadores da SIG, prendeu na tarde desta segunda-feira (6) na área de invasão conhecida como “Terra Nossa”, no Bairro Padre Ulrico, um homem de 48 anos, suspeito de dupla tentativa de homicídio e posse irregular de arma de fogo.Com ele foi apreendido um revólver calibre 38, municiado com cinco cartuchos intactos. O homem é suspeito pela dupla tentativa de homicídio em que foram vítimas pai e filho, na comunidade de Santo Antônio do Divisor, interior de Manfrinópolis. O fato ocorreu no dia 1º de agosto, quarta-feira. No interrogatório, o suspeito confessou ter atirado por estar sendo ameaçado pelas vítimas.O homem foi indiciado por posse irregular de arma de fogo e por dupla tentativa de homicídio. O mesmo está recolhido junto ao setor de carceragem da 19ª SDP. O inquérito policial será concluído dentro de dez dias e encaminhado à Justiça.

Posted by Evandro Artuzi on Monday, August 6, 2018

 

Compartilhar