Secretaria de Saúde inicia vacinação contra a gripe em Chopinzinho

por Edson Zuconelli em 19 de Abril de 2018 9:20
por Edson Zuconelli em 19 de Abril de 2018 9:20

Iniciou nesta quinta-feira (19) a Campanha de Vacinação contra a Gripe em Chopinzinho. A vacina esta disponível nas três Unidades de Saúde da cidade, Unidade Central, bairro Frei Vito e Nossa Senhora Aparecida.

Neste primeiro momento serão vacinadas as pessoas que se enquadram nos grupo prioritários, sendo pessoas com 60 anos ou mais, crianças de 6 meses a 4 anos de idade, gestantes, mulheres em até 45 dias depois do parto (puérperas), além de profissionais de saúde, indígenas, portadores de doenças crônicas, e professores das instituições públicas e privadas.

Em Chopinzinho, cerca de 6 mil pessoas se enquadram nos grupos prioritários, sendo 1100 crianças, mais de 300 trabalhadores da saúde, 207 gestantes, 34 puérperas, 530 indígenas, 2400 idosos, 810 pessoas com doenças crônicas e 518 professores. A meta para a cidade é de 90% de vacinação do grupo prioritário. As pessoas que forem receber a vacina devem levar a carteira de vacinação e o cartão SUS.

No sábado dia 12 de maio acontece uma intensificação da vacinação, o chamado dia “D”. Neste dia, as três unidades de saúde da área urbana estarão abertas e haverá um ponto extra de vacinação no estacionamento do Super Mercado Cenci.

Os profissionais da Secretaria de Saúde ressaltam a importância de se prevenir contra a gripe. A prevenção está diretamente ligada à higiene. Confira as principais ações que devem ser feitas para evitar a contaminação pelo vírus:

Lavar sempre as mãos, principalmente após tossir e espirrar. Para lavar a mão, deve-se utilizar água e sabão ou, ainda, álcool 70%. Para utilizar o álcool, é importante não estar com as mãos visivelmente sujas;

Utilizar lenços descartáveis;

Deixar o ambiente sempre ventilado;

Cobrir boca e nariz sempre que espirrar ou tossir;

Não tocar na região dos olhos, nariz e boca sem que a mão esteja limpa;

Não compartilhar objetos de uso pessoal, como garrafas, copos e talheres;

Evitar contato com pessoa doente, evitando abraços, beijos e apertos de mão;

Evitar aglomerações em épocas em que o número de casos da doença for alto.

 

Compartilhar