Quedas constantes na internet e telefonia móvel geram ações na justiça

por Alencar Pereira em 1 de agosto de 2014 8:23
por Alencar Pereira em 1 de agosto de 2014 8:23

Os péssimos serviços de telefonia e internet, oferecidos em Palmas, sul do Paraná, têm motivado uma série de ações de danos morais e materiais contra a empresa que presta atendimento no município. Além das iniciativas individuais, proposições coletivas e populares também estão em trâmite.

Segundo informações do Advogado Eduardo Tobera Filho, as constantes quedas de sinal ADSL na internet banda larga, além da oscilação de sinal da telefonia móvel e os cortes na telefonia fixa em Palmas, fez com que mais de 200 processos fossem movidos contra a empresa.

Além disso, destacou Tobera que uma ação coletiva com iniciativa do ACIPA, (Associação Comercial Empresarial de Palmas) está sendo movida com o objetivo de garantir o direito da população em ter um serviço de qualidade “A ação nada mais é que o direito em ter qualidade no sinal, tanto de internet como também de telefone. Afinal o consumidor paga pelo serviço e se paga tem que ter qualidade” destacou o Advogado.

Em contato com a redação do RBJ, Tobera destacou que a internet e a telefonia móvel faz parte do cotidiano da comunidade, salientou que as quedas constantes prejudica a comunidade como um todo e diante de toda a problemática está sendo pedida uma liminar na justiça da Comarca que prevê uma multa diária de 100 mil reais, caso volte a ser constatada a queda ou interrupção no serviço.

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar