Operação Canguçu combate crimes ambientais no Parque Nacional do Iguaçu

por Evandro Artuzzi em 13 de novembro de 2017 15:18
por Evandro Artuzzi em 13 de novembro de 2017 15:18

Após dois dias de operações conjuntas realizadas por policiais federais de Foz do Iguaçu e Agentes Guarda Parques da Província de Missiones e Agentes Guarda Parques Federais argentinos no Rio Iguaçu e Rio Santo Antônio, na fronteira com a Argentina, foi encerrada na tarde de domingo (12), a Operação Canguçu de patrulhamento da fronteira entre o Brasil e a Argentina.

A Operação abrangeu ações nos cursos dos rios Santo Antônio e Iguaçu entre os municípios de Capanema (PR) e São Miguel do Iguaçu (PR), numa área de mais de 50Km de linha de fronteira formada somente por rios e tinha por objetivos principais o combate ao contrabando e a caça e a pesca no interior do Parque Nacional do Iguaçu na margem brasileira e nas áreas de proteção ambiental argentinas na margem argentina do Rio Iguaçu.

Durante a operação, que teve apoio logístico do ICMBio, foram destruídas três embarcações de madeira no interior do Parque Nacional do Iguaçu, no lado brasileiro da fronteira, e inspecionados em busca de irregularidades, quatro acampamentos na margem Argentina do Rio Iguaçu.

Essa é a segunda operação conjunta entre a Polícia Federal brasileira e agente Guardas Parques de Missiones e Federais argentinos, com intuito de aumentar o policiamento e a proteção fronteiriça e das áreas de proteção ambiental brasileira e argentina existente na fronteira comum.

Fotos: Polícia Federal

 

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar