MAGAZINE DE NATAL EXCLUSIVIDADE RBJ.COM.BR

Norte Futsal inicia temporada 2019

por Juliana Raddi em 6 de dezembro de 2018 17:29
por Juliana Raddi em 6 de dezembro de 2018 17:29

Na noite de ontem (05) a diretoria do Norte Futsal apresentou Márcio Borges como treinador para temporada de 2019. O técnico que conduziu o time durante o término da Série Bronze 2018 agora tem a oportunidade de realizar um trabalho por toda a temporada, “fizemos uma boa campanha, mas acredito que poderíamos ter ido um pouco mais longe. Começando o projeto desde o início a gente pretende buscar algo a mais”.

(Foto: Ademir Macagnan)

 

Ciente das limitações do time o treinador pretende dar suporte à diretoria visando um título para 2019. Cada um vai ser responsável pelo seu departamento, “a minha função é montar a equipe, uma equipe competitiva dentro do orçamento que foi passado para mim”, destaca Márcio.

Em relação ao perfil dos jogadores ele sinaliza quais características está buscando para a equipe que estará no seu comando. “Precisamos de atletas comprometidos. A gente sabe que Francisco Beltrão precisa de uma força tremenda principalmente no setor defensivo, então acho que garra e vontade não podem faltar. Você pode perder jogo, mas não pode faltar vontade!” e destaca que humildade é fundamental, mas é necessário ter uma equipe que focada em vencer jogos, “porque só vencendo você pode buscar o título lá na frente”.

(Foto: Ademir Macagnan)

Segundo o treinador os detalhes serão finalizados nos próximos dias, “a gente vai passar para o presidente fazer o acerto final, mas todos os atletas com quem entramos em contato estão interessados. São atletas do meu perfil, inclusive que já foram campeões comigo em algumas situações, atletas de Liga Nacional também. Eles vêm pela confiança, porque sabem da seriedade do projeto”.

Em 2019, a equipe do Norte Futsal completa um ano de fundação, mesmo com pouca experiência a intenção é começar muito bem, “espero que a gente consiga um título logo porque é o resultado final de um investimento, investidor não patrocina sem ter um retorno. Acho que esse é um momento de muita troca de ideias, muita confiança no outro, para que futuramente a gente possa colher frutos”, finaliza.

Confira a entrevista:

Compartilhar