Município visa sensibilizar quanto à venda de álcool e cigarros para crianças e adolescentes

por Francione Pruch em 26 de Maio de 2018 12:17
por Francione Pruch em 26 de Maio de 2018 12:17

Ações ocorreram em bares, lanchonetes e estabelecimentos comerciais da área central de Pato Branco / Foto

O Município de Pato Branco, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, está desenvolvendo ações de conscientização quanto à venda de bebidas alcoólicas para crianças e adolescentes. Nestas quinta e sexta-feiras, dias 24 e 25, profissionais e servidores estiveram em estabelecimentos que comercializam bebidas alcoólicas e cigarros, situados na região central da cidade, para fornecer orientações e distribuir cartazes educativos.

De acordo com a secretária municipal de Assistência Social, Anne Cristine Gomes da Silva, atendimentos realizados pelo CRAS, CREAS e Conselho Tutelar, apontam o uso precoce do álcool em Pato Branco. “Este trabalho preventivo, junto a bares, lanchonetes e demais estabelecimentos, é fundamental para atendermos a realidade que envolve esta política pública voltada à juventude, pois quanto mais cedo ocorre o contato com a bebida alcoólica, mais rápido se apresenta a tolerância a outras drogas”, destaca Anne.

A intenção é inibir a comercialização de álcool e cigarro para crianças e adolescentes. “Queremos, acima de tudo, conscientizar os estabelecimentos comerciais para que, quando uma criança ou adolescente for comprar bebida ou cigarros, que não comercializem esses itens e ainda orientem quanto aos malefícios. Quando for necessário, os comerciantes também podem chamar o Conselho Tutelar”, enfatiza a secretária.

Anne evidencia as consequências da dependência do álcool ou do cigarro, problemática que reflete diretamente no futuro dos jovens, bem como na sociedade de forma geral. “Prevenindo a dependência, podemos diminuir os índices de violência e de acidentes de trânsito, por exemplo, pois muitas dessas situações ocorrem quando os envolvidos estão sob efeito do álcool. Esta é uma questão que envolve a sociedade como um todo, por isso não podemos evitar este debate”, reforça.

A secretária enaltece a importância do trabalho articulado com a sociedade, especialmente o apoio das famílias. “O álcool e o cigarro são drogas lícitas, por isso são aceitas na sociedade. Contudo, seus malefícios afetam a todos e até mesmo quem não é usuário, sofre as consequências. Acredito que, com o trabalho em conjunto, poderemos prevenir o uso precoce de bebidas alcoólicas e do cigarro, sanando consequências, inclusive, no âmbito familiar, que muitas vezes é o mais afetado em decorrência da dependência”, completa Anne.

A ação junto aos estabelecimentos comerciais de Pato Branco atende ao Art.243 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), e contou com a parceria do Conselho Tutelar e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

 

Atenção permanente

A Secretaria Municipal de Assistência Social de Pato Branco possui diversos programas que promovem a valorização do jovem, ofertando opções de cultura e formação. Paralelamente, os Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) desenvolvem atividades voltadas à conscientização dos malefícios do consumo abusivo de substâncias psicoativas, fortalecimento de vínculos e desenvolvimento do protagonismo e da autonomia social.

 

Compartilhar