Município de Pato Branco assina contrato com Consórcio Tupã

por Francione Pruch em 5 de outubro de 2017 15:53
por Francione Pruch em 5 de outubro de 2017 15:53

Na manhã desta quarta-feira, dia 04, o prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, realizou a assinatura do contrato de concessão do transporte coletivo urbano, com o consórcio vencedor da licitação, o Consórcio Tupã. A solenidade foi realizada no gabinete municipal e contou com a presença de representantes do consórcio, autoridades, lideranças, entidades, equipes da Prefeitura e imprensa. A concessão terá validade de 20 anos e a empresa tem 120 dias para iniciar a operação, ou seja, o início das atividades está programado para fevereiro de 2018.

Para o prefeito Augustinho Zucchi, o apoio da população, das lideranças das equipes da Prefeitura, foi fundamental no processo, que visa a modernização do transporte coletivo de Pato Branco. “Houve dedicação constante para garantir a qualidade do nosso transporte coletivo, tendo em vista que não é possível melhorar a mobilidade sem a modernização. Nossa intenção é oferecer, à população, um transporte condizente com a cidade modelo que queremos”, afirmou Zucchi.

A postura de investir em transporte coletivo é adotada em vários lugares do mundo, sendo reconhecida como fundamental para estruturação e planejamento das cidades. “Em todo o mundo, as cidades que se destacam em qualidade de vida, são àquelas que oferecem aos seus moradores o transporte coletivo público com conforto e eficiência. Essa condição é, justamente, para que as pessoas optem por deixar o carro na garagem e utilizem os ônibus, sabendo que os horários e os itinerários serão cumpridos com rigor e segurança”, ressaltou o prefeito.

O assessor jurídico do Consórcio Tupã, Adair Casagrande, reafirmou o compromisso do consórcio vencedor em cumprir todas as normas da licitação e do contrato com transparência e clareza. “Queremos ser parceiros da municipalidade na implantação de um sistema modelo, investindo em infraestrutura e veículos, pensando no melhor para nossos usuários”, ratificou o Adair.

O presidente da Câmara de Vereadores, Carlinho Polazzo, disse que as condições irão beneficiar não somente os usuários, mas as instituições de ensino e os trabalhadores. “Em nossa cidade, as empresas e as instituições de ensino, com maior número de funcionários e alunos, ficam de um lado e os bairros, com maior número de moradores, é do outro. Logo, o transporte coletivo se torna fundamental para fazer essa ligação”, avaliou Carlinho.

 

O contrato

No contrato assinado entre o Município e o Consórcio Tupã, constam as obrigações que cada um deve assumir. Da parte do Município, o valor da outorga, R$ 4,7 milhões, deve ser utilizado para melhoria e construção de pontos de ônibus, miniterminais, entre outros. Também está estabelecido que a concessão será inicialmente executada, pelo Consócio Tupã, com 32 veículos, sendo 29 operacionais e 3 de reserva.

Destes novos ônibus, 15 serão ônibus básicos, com ar condicionado, sendo: 03 miniônibus, 08 midiônibus e 06 ônibus básicos. A idade média total da frota operacional, durante o período da concessão, será de cinco anos, considerando o ano da fabricação, sendo que a idade máxima admitida para os veículos é de dez anos, também considerando o ano de fabricação dos mesmos.

Além disso, todos os veículos deverão contar com os equipamentos referentes à bilhetagem eletrônica, telemetria, o que permitirá o acompanhamento pelo usuário e pela empresa da localização exata do ônibus em seu trajeto. Haverá, ainda, câmeras monitoradas por uma central.

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar