Missas e distribuição de bolo marcam do Dia de Santo Antônio

por Edson Zuconelli em 13 de junho de 2018 11:23
por Edson Zuconelli em 13 de junho de 2018 11:23

Hoje, quarta-feira (13), é celebrado o Dia de Santo Antônio, conhecido no Brasil por Santo casamenteiro. Em Chopinzinho, sudoeste do estado, duas missas e a distribuição de bolo marcam a data.

As celebrações acontecem na Igreja Matriz São Francisco de Assis, a primeira inicia às 15 horas, a segunda às 19h30. Pelo terceiro ano é feita a distribuição do bolo de Santo Antônio. Aproximadamente 140 kg do bolo foram confeccionados para ser distribuído ao final das celebrações.

Foto: Edson Zuconelli.

Reza a lenda que quem achar uma medalha de Santo Antônio dentro do bolo irá encontrar o seu par perfeito.

A Lenda:

Batizado de Fernando Bulhões, Santo Antônio foi um frade franciscano, nascido em 1195, em Portugal, mas viveu durante a maior parte de sua vida em Pádua, na Itália.

Apesar de não ter em seus sermões nada específico sobre casamentos, Santo Antônio ficou conhecido como o Santo casamenteiro por conta da ajuda que dava a moças humildes para conseguirem um dote e um enxoval para o casamento.

Certa vez, em Nápoles, havia uma moça cuja família não podia pagar seu dote para se casar. A jovem desesperada se ajoelhou aos pés da imagem de Santo Antônio e pediu com fé a ajuda do Santo que, milagrosamente, lhe entregou um bilhete e disse para procurar um determinado comerciante.

O bilhete solicitava que o comerciante desse à moça moedas de prata equivalentes ao peso do papel. O homem não se importou, achando que o peso daquele bilhete era insignificante. Mas, para sua surpresa, foram necessários 400 escudos da prata para que a balança atingisse o equilíbrio.

Nesse momento, o comerciante se lembrou que outrora havia prometido 400 escudos de prata ao Santo, e nunca havia cumprido a promessa. Santo Antônio teria feito  a cobrança daquele modo maravilhoso. A jovem moça pôde, assim, casar-se de acordo com o costume da época e, a partir daí, Santo Antônio recebeu – entre outras atribuições – a de “O Santo Casamenteiro”.

Compartilhar