Menina de 10 anos é agredida pela mãe em Coronel Vivida

por Redação RBJ em 29 de julho de 2015 18:11
por Redação RBJ em 29 de julho de 2015 18:11

Uma menina de 10 anos de idade denunciou a própria mãe por agressão ao Conselho Tutelar de Coronel Vivida, no sudoeste do Estado, no início da noite de terça-feira (28). Conforme a menor, ao chegar da escola na terça-feira, por volta das 13h30, foi agredida pela mãe, que utilizou um pedaço de fio de energia elétrica.

Depois de espancar a filha, a mãe saiu em companhia do companheiro deixando a filha sozinha na residência que fica no interior do município. Com medo e com ferimentos nas costas, a menor caminhou cerca de 5 km e pediu ajuda a um vizinho que comunicou o Conselho Tutelar.

Conforme a conselheira Carla Telles, ao ser constatado o fato foi feito o encaminhamento da vítima até a Delegacia de Polícia para registro da ocorrência e posteriormente comunicado o Ministério Público. Na manhã desta quarta-feira (30), a menor foi levada ao Instituto Médico Legal (IML) de Pato Branco para exame de corpo de delito, com objetivo de comprovar que as agressões da mãe resultaram em ferimentos.

Em entrevista à Rádio Onda Sul FM, de Francisco Beltrão, a conselheira afirma que a menor foi agredida outras vezes, também pela mãe, pelo fato da mesma não conseguir fazer os trabalhos domésticos como, por exemplo, limpar a casa e lavar roupas. No entanto, dessa vez não havia justificativa. A menor disse ao Conselho Tutelar que não fez nada de errado e quando chegou do colégio apanhou.

O caso está sendo apurado pela Polícia Civil. Por enquanto, a menor vai ficar com o pai, com quem já viveu por um período.

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar