Médico é preso pelo Gaeco em Pato Branco

por Evandro Artuzzi em 20 de setembro de 2018 14:36
por Evandro Artuzzi em 20 de setembro de 2018 14:36

Um médico foi preso na manhã desta quinta-feira (20) em Pato Branco, no Sudoeste do Estado, pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate do Crime Organizado). O profissional, que é servidor da rede estadual de saúde, foi preso em flagrante por não cumprir com seu horário de trabalho.

De acordo com o Gaeco, o servidor registrou o ponto na regional de saúde e se ausentou para prestar atendimento particular. A investigação aponta que essa prática era comum por parte do médico.

Conforme o Gaeco,  o servidor vai responder pelo crime previsto no artigo 313 –A do CPP (Código de Processo Penal). A infração cometida por ele é conhecida como peculato eletrônico.

Peculato
Crime que consiste na subtração ou desvio, por abuso de confiança, de dinheiro público ou de coisa móvel apreciável, para proveito próprio ou alheio, por funcionário público que os administra ou guarda; abuso de confiança pública.

 

Compartilhar