Investimentos no Verê Futebol Clube chegam a R$ 5 milhões

por Juliana Raddi em 11 de dezembro de 2018 15:37
por Juliana Raddi em 11 de dezembro de 2018 15:37

Um projeto para o Futebol profissional na cidade de Verê/PR está chamando atenção pela grandiosidade e ousadia. O time que em breve contará com um Centro de Treinamento referência na região, se tornou vitrine para atletas que hoje atuam em grandes equipes como Coritiba e Grêmio. Para tornar esse projeto possível, quatro sócios estão apostando no município e o investimento chega a R$ 5 milhões.

Juliano Cagnini (Foto: Ademir Macagnan)

O Presidente do Verê Futebol Clube LTDA, Juliano Cagnini comenta os investimentos tanto no profissional, como na base. “Em 2012 ao voltar da Itália, pensava em parar totalmente com futebol, mas a paixão pelo esporte falou mais alto, reencontrei velhos parceiros e eles me questionaram de o porque não investir, trazer alguns meninos, dar sequência, trabalhar, lapidá-los”.

Para iniciar os trabalhos foi necessário investimento e após apresentar o projeto foi decidido participar de uma competição a nível estadual. Com a intenção de empregar atletas para no futuro dar bons frutos ao clube. “No final 2016 nós tivemos um outro sócio e representamos a bandeira do Colorado lado norte do Paraná, e ficamos em terceiro lugar na competição, perdemos a semifinal para o Coritiba”.

No mesmo ano, alguns atletas começaram a brilhar, sendo que quatro atletas foram convocados, dois para atuar no Coritiba e dois no Grêmio. A partir daí eles sentiram a necessidade de realmente tornar a equipe um time profissional, “para adquirir direitos econômicos, senão você trabalhava, investe e ao momento de fazer um negócio o atleta não era seu”. Os quatro atletas não renderam dinheiro para o clube, porém serviram para dar visibilidade ao time e principalmente abrir as portas aos atletas.

Para se tornar um novo Clube Profissional do Paraná, o Futebol Clube Verê precisou desembolsar uma taxa de R$ 130 mil para a Federação Paranaense e R$ 23 mil para a CBF (Confederação Brasileira de Futebol). O alvará de licenciamento e o cadastramento na CBF deve ser renovado anualmente.

O presidente do Clube, Juliano Cagnini e o prefeito de Verê Ademilso Rosin. (Foto: Ademir Macagnan)

Sobre a Logo escolhida, Cagnini destaca que os quatro sócios concordaram em manter o nome Verê e as cores do município, “ficou praticamente as cores do município: vermelho, branco e verde. A logo traz ainda o rosto do índio Viry, hoje conhecida em todo mundo com alguns atletas fora do Brasil, se destacando graças a Deus”.

Os custos do time giram em torno de R$ 70 mil ao mês e nos meses do Campeonato Profissional chegaram a R$ 110 mil. O Centro de Treinamento que está sendo construído na cidade do Verê é mais uma obra bastante ousada, segundo o presidente do time, “entre a filiação em todo o investimento com a compra do terreno já passamos de 4 milhões”. Com a finalização das obras do Centro de Treinamento que devem ficar na casa dos R$ 800 mil, o investimento no Clube passa dos cinco milhões.

Confira a entrevista na íntegra:

Compartilhar