Grupo Guerra firma nova parceria internacional para pesquisa em sementes de milho e trigo

por Evandro Artuzzi em 27 de outubro de 2017 11:39
por Evandro Artuzzi em 27 de outubro de 2017 11:39

Fernando Guerra - diretor presidente do Grupo Guerra. Foto: Helmuth Kühl/Diário do Sudoeste

Fernando Guerra – diretor presidente do Grupo Guerra. Foto: Helmuth Kühl/Diário do Sudoeste

A sementes Guerra, integrante do Grupo Guerra fundado em 1885, e a francesa RAGT – fundada em 1919, consideradas duas gigantes em pesquisa e produção de sementes, anunciaram nesta quinta-feira (26), em Pato Branco, no sudoeste do Paraná, uma joint venture que promete transformar o agronegócio no país nos próximos anos. Juntas, as empresas devem implantar dois grandes centros de pesquisa, um no Paraná e outro em Goiás, para desenvolvimento de sementes de milho e trigo.

A RAGT é uma das marcas mais importantes no mundo e há anos buscava entrar no mercado brasileiro. Está presente em 17 países e lidera o mercado europeu em pesquisa e produção de sementes de milho e trigo. Na Europa desde 1919, investe constantemente em melhoramento genético. Fernando Guerra, diretor presidente do Grupo Guerra, destaca a importância da nova parceria.  Claude Tabel, um dos diretores da RAGT, disse que há tempos a empresa buscava uma parceria no Brasil e isso se concretizou a partir do conhecimento e das referências recebidas sobre o Grupo Guerra.

Ricardo Guerra - executivo do Grupo Guerra. Foto: Helmuth Kühl/Diário do Sudoeste

Ricardo Guerra – executivo do Grupo Guerra. Foto: Helmuth Kühl/Diário do Sudoeste

De acordo com o executivo do grupo Guerra, Ricardo Guerra, Juntos o Grupo Guerra e a RAGT irão atuar no mercado com sementes de milho e em pesquisa de sementes de milho e trigo, com intuito de levar ao agricultor brasileiro produtos de ponta. Pra possibilitar isso, serrão instalados dois grandes centros de pesquisa. Um será em Pato Branco, onde fica a sede do grupo, e o outro na cidade de Rio Verde (GO).

Além dos centros de pesquisa, também serão feitos investimentos no desenvolvimento de novos produtos que, além do Brasil, deve atender também o mercado paraguaio. Com a nova parceria, o Grupo Guerra volta ao mercado de sementes de milho depois de vender sua participação da Limagrain Guerra, que hoje é Limagrain Brasil. O Grupo Guerra também é parceiro da Syngenta Brasil em germoplasma (unidade conservadora de material genético) e biotecnologia. O Grupo Syngenta é um dos maiores grupos de pesquisa em agronegócio do mundo. O prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, que participou do evento nesta quinta-feira, destaca a importância do grupo Guerra para o agronegócio brasileiro e a nova parceria é um orgulho para a população local.

Ouça reportagem completa Onda Sul FM

Fotos: Helmuth Kühl/Diário do Sudoeste – Evandro Artuzi/Onda Sul FM

 

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar