Fui enviado por Deus, diz homem preso por tentativa de estupro em Ampére

por Evandro Artuzzi em 15 de Março de 2019 22:38
por Evandro Artuzzi em 15 de Março de 2019 22:38
Esta matéria utiliza fontes de: Julio Cezar Alves - Rádio Ampére AM/Interativa FM

Um homem de 26 anos, que não teve a identidade revelada, foi preso nesta sexta-feira (15) em Ampére, sudoeste do Estado, suspeito de atacar e tentar abusar sexualmente de uma mulher grávida. O fato ocorreu no centro da cidade, na rua Guaíba, por volta das 16 horas. De acordo com a reportagem da Rádio Ampére AM, o suspeito teria entrado em alguns estabelecimentos comerciais e depois invadido a residência, além de abordar outras duas mulheres em via pública.

Segundo a Polícia Militar, a equipe de plantão recebeu informação que um homem com camiseta cinza, bermuda azul e boné teria chego à Agência do Trabalhador da cidade procurando emprego e incitado que sabia fazer sexo. Em patrulhamento os policiais avistaram o suspeito com as mesmas características andando pela rua Guaíba. Após a abordagem, uma vítima chegou e disse que o mesmo homem teria entrado em sua casa e tentado agarra-la, dizendo que queria fazer sexo, pois Deus o tinha enviado para fazer o ato. Após ser segurada pelo rapaz, a vítima o empurrou e este saiu do local.

Minutos depois chegou uma segunda pessoa informando que o homem teria tentando contra ela. A vítima conta que estava dentro do carro e o cidadão abriu a porta do veículo. Ele dizia que queria fazer sexo. Pouco tempo após, uma terceira mulher também foi ao encontro dos policiais e denunciou o suspeito por ter feito gestos obscenos e pedindo para fazer sexo. Após a abordagem a PM realizou a prisão do homem.

Na sede da Polícia Militar o cidadão incitou uma policial que estava trabalhando na ocorrência. Ele teria dito palavras de baixo calão e tentado tirar a bermuda. O homem foi encaminhado para Francisco Beltrão para ser ouvido. Em virtude do estado alterado do mesmo, até o fechamento desta reportagem, ele não tinha sido interrogado. O suspeito, preso em flagrante, responderá pelos crimes de tentativa de estupro contra a gestante, por duas importunações sexuais e violação de domicílio.

O comandante da Polícia Militar de Ampére, Subtenente André Peres, parabenizou a equipe pelo trabalho. “Foi uma ação muito rápida de nossa equipe. Esse cidadão poderia ter investido contra outras vítimas e até causado problemas, especialmente para mulheres, haja visto que ele já teria abordado outras três. Temos que enaltecer o trabalho dos nossos policiais, não somente nesta ocorrência, mas no trabalho diário.”

Compartilhar