Filhos aguardam há nove meses liberação de corpo do pai

por Ivan Cezar Fochzato em 27 de julho de 2018 16:16
por Ivan Cezar Fochzato em 27 de julho de 2018 16:16

Há nove meses  dois irmãos de Palmas, sul do Paraná,  buscam incessantemente a liberação de documentos para que possam sepultar o próprio pai, morto em um incêndio no Bairro Serrinha.  O atraso nos documentos de confirmação da identidade estão impedindo a  liberação do corpo, que encontra-se no Instituto Médico Legal(IML) de Pato Branco, aguardando resultado de DNA pelo Instituto Médio Legal do Paraná, em Curitiba.

A família decidiu manifestar sua apreensão e angústia na tentativa de conseguir ajuda para que os trâmites não se arrastem tanto.  No quadro o Povo Fala do Programa Pauta Dinâmica da Rádio Club, nesta sexta-feira(27) um dos filhos, João Maria dos Santos, relatou o drama ao repórter Alencar Pereira. “ Só ficam enrolando e a gente não sabe o que tem  que fazer, tem que aguardar”, lamentou.

O Instituto Médico Legal de Pato Branco, não emitiu nota oficial sobre o caso, mas repassou a informação  de que a responsabilidade pela emissão do documento e liberação do corpo é da unidade da capital do estado.

A vítima, Dorival dos Santos, 65 anos, morreu queimado na madrugada do dia 13 de outubro de 2017. Ele morava sozinho e fazia uso de remédios controlados. Vizinhos tentaram sem êxito socorrer o idoso. Em poucos minutos o fogo consumiu a casa, com o idoso em seu interior. O corpo de Bombeiros foi acionado, mas nada pode fazer.

Compartilhar