MAGAZINE DE NATAL EXCLUSIVIDADE RBJ.COM.BR

Festa da Erva Mate fortalece e impulsiona cadeia produtiva

por Ivan Cezar Fochzato em 25 de setembro de 2018 9:52
por Ivan Cezar Fochzato em 25 de setembro de 2018 9:52
Bituruna

Mais de dez mil pessoas participaram a Festa da Erva Mate, realizada entre 21 e 23 de setembro em Bituruna, sul do Paraná. A cultura está presente em praticamente todas as 1.700 propriedades rurais do município. O evento foi realizado para fortalecer e impulsionar a cadeia produtiva da cultura na cidade.

Os expositores ofereceram bolo, beijinho e biscoito com erva mate e os visitantes puderam conhecer com é feita a moagem das folhas, as tecnologias para o campo, apreciar o chimarrão com erva de ervais e ervateiras biturunenses e ainda comprar cuias e outras lembranças produzidas no município.

A Escola do Chimarrão ensinou como preparar a bebida em 11 segundos, como escolher a melhor cuia, qual a temperatura correta da água e apresentou diversos modelos de decoração para o chimarrão. Já no Barbaquá Lounge, um conceito inédito que trouxe chopp de erva mate e  bebidas com e sem álcool feitos com erva mate, como o Biturunito, uma releitura do Mojito, feito com o extrato da planta e criado exclusivamente para a festa.

Outra atração foi o Encontro Mate Cultural com palestras e troca de experiências. O evento foi direcionado para produtores rurais, ervateiros e outros trabalhadores envolvidos no ciclo da erva mate. As palestras falaram sobre a história da erva mate, ministrada pelo produtor cultural André Zampier;  Sucessão Familiar com a mestre em Ciências Ambientais, Maritânia Bagnara, e sobre inovação para vencer desafios, com o palestrante João Carlos de Oliveira.

O diretor do Instituto Brasileiro da Erva Mate, Alberto Tomeleiro,  destacou que o Paraná tem muito mercado consumidor para explorar. “Precisamos divulgar e promover mais a cultura da Erva Mate, pois, apesar do Brasil ser o maior produtor da planta, somos apenas o 5° mercado consumidor, perdendo pra países como a Síria, que precisam importar para consumir”,

Também participaram do evento o chefe regional da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento, Jair Roberval De Mello, o gerente regional da Emater, Cleacir Junior Dall Agnol, o presidente da Associação Biturunense da Erva Mate, Naldo Hiraki Vaz, e secretários municipais, vereadores e servidores públicos.

Conforme o prefeito, Claudinei de Paula Castilho, a festa  do Mate acontecerá a cada dois anos, intercalando com a Festa do Vinho. “Além de fomentar o turismo e lazer, queremos mostrar potencial produtivo em Bituruna atraindo investidores e divulgando as marcas locais aos consumidores finais”, completou.

Destacou que a região é a maior produtora de erva mate sombreada do mundo e é dever do poder público dar  a atenção para esse setor, aos produtores rurais, ervateiras e todos que trabalham com a erva mate.

 

Compartilhar