Estacionamentos e paradas dominam infrações de trânsito em Palmas

por Ivan Cezar Fochzato em 29 de Janeiro de 2018 9:45
por Ivan Cezar Fochzato em 29 de Janeiro de 2018 9:45

A maioria das infrações de trânsito no perímetro urbano de Palmas, sul do Paraná, em 2017 foi ocasionada por estacionamentos e paradas em desacordo com a legislação. É o que mostra balanço das autuações realizadas pelos agentes do Depaltran e Polícia Militar.

O informe descreve que 58,7% do total de registros foram feitos por estacionamento e paradas irregulares em pontos regulamentados. Em segundo lugar aparece a falta do uso do cinto de segurança.  “Isso é preocupante, pois a infração é enquadrada como grave, pois coloca em risco a vida do condutor, passageiros e pedestres, que muitas vezes acabam sofrendo sequelas para toda vida”, advertiu a Diretora, Cristiane Lago.

O órgão não divulgou o total de infrações anotadas no ano passado e a informação repassada ao RBJ é que esse dado é irrelevante. “O que importa é o tipo de infração que está sendo constatada”, explicou outra fonte do Departamento, na manhã de hoje à redação.

INFRAÇÕES 
Estacionamento e parada – 58,67%
Falta do cinto de segurança – 10,80%
Condições gerais do veículo e uso de celular – 7,73%
Deixar de dar preferência a pedestres e som alto  – 7,50%
Avanço de sinal vermelho ou parada obrigatória  – 5,50%
Retorno em locais proibidos – 5,00%
Transitar em locais proibidos -4,30%
Manobras de exibição; disputa de corrida; arrancada brusca; derrapagem de pneus – 0,50%

Compartilhar