Espetáculo Ítalo Brasileiro encerra turnê em Marmeleiro

por Evandro Artuzzi em 30 de julho de 2018 20:38
por Evandro Artuzzi em 30 de julho de 2018 20:38
Esta matéria utiliza fontes de: Redação com assessoria
O Centro de Capacitação de Professores da Prefeitura de Marmeleiro foi palco de encerramento da turnê do espetáculo internacional Ítalo Brasileiro, o concerto “Dois Continentes: Uma emoção”. As apresentações iniciaram dia 10  e encerraram dia 29 de julho. O espetáculo foi apresentado em 20 cidades do Sudoeste onde o Sicoob-Vale do Iguaçu  possui  unidades além, de Maringá e Coronel Vivida.

O prefeito Jaimir Gomes, acompanhado pela esposa Elizangela Gomes da Rosa, a Diretora de Educação e Cultura Marilce Bednarski, a Chefe da Divisão de Cultura, Claudete Lanferdini, o secretário estadual de Meio Ambiente, Antônio Carlos Bonetti e a esposa, Roger Marcelo da Rocha, gerente do Sicoob de Marmeleiro, Ademir Flach,  Ademir Arisi  conselheiro do Sicoob local também assistiram ao concerto. O público lotou o auditório.

O espetáculo reúne o Grupo de Músicos italianos HPQ- Hathor Plectrum Quartet, única formação do gênero, e reconhecido grupo do Sul da Itália, já tendo se apresentado em 32 países, difundindo os instrumentos típicos (mandolinos e mandola). O grupo é composto por: Roberto Basciá, Antonio Schiavone, Vitto Mannarini e Sergio Vacca.

Apresentação lotou o centro de capacitação dos professores. Foto de divulgação

O espetáculo também conta com o Quinteto de Cordas de Maringá, músicos integrantes da Filarmônica Unicesumar: Pedro Henrique( primeiro violino); Marlon  Moreira (segundo violino), Abner Marcelino  (Viola), Pamela Prado (Violoncelo), e Douglas Lemes ( contra baixo).

No repertório, músicas especialmente italianas, as tradicionais e as de dialetos, de filmes, séries , que permitiu o público interagir muitas vezes com os músicos.

O prefeito Jaimir Gomes (PSD), falou que foi uma honra receber o espetáculo em Marmeleiro. “Um concerto excelente e que nos deixou orgulhosos pelo município ter sido escolhido para encerrar essa turnê, porque foi possível compartilhar com nossa população  um momento artístico tão especial’.

A Diretora de Cultura Marilce Bednarski, lembrou que a Cultura de Marmeleiro está sempre aberta a novos projetos “e fiquei encantada com a qualidade do espetáculo e com a beleza com que nos apresentaram os instrumentos italianos, mostrando uma harmonia e interação do grupo que emocionou o público. E percebi no final, o público agradecendo e pedindo outros momentos como esse”.

Em nome dos músicos italianos, o maestro Roberto Basciá, agradeceu muito toda a organização, e  ressaltou que “em todos os locais que se apresentaram a casa estava lotada para o espetáculo e fomos muito presenteados e reconhecidos pelo público  isso nos deixou muito felizes e agradecemos  a cooperativa Sicoob e já nos dispusemos a continuar com esse projeto”.

O grupo italiano, que já percorreu mais de 30 países, comentou que o Brasil é um dos que sentem mais reconhecimento do público que, sempre participa muito e possibilita uma troca de energia muito boa. E voltamos pra casa muito felizes’, comentou o maestro.

O cantor lírico, que é beltronense e possui formação fora do país, Etcheverry Santi Rebelatto, lembrou que “sou da casa e em todos os concertos tive o mesmo reconhecimento do público que, após o espetáculo, compartilhou emoções, nos presenteavam de várias formas e para nós isso é muito bom  porque não trabalhamos apenas pelo retorno financeiro mas também, para termos esse retorno do público que chega com as palmas e as demonstrações de afeto, e isso nos deixa muito felizes”.

O coordenador do Projeto e presidente da Cooperarte (Cooperativa de Arte e Cultura do Sudoeste do Paraná), Roniedson Rebelatto, lembrou que o projeto teve o apoio de todas as administrações municipais e de algumas empresas da região e“o imprescindível apoio do Sicoob, que através da Lei Rouanet (de Incentivo à Cultura) aportou o recurso principal do projeto”.

E Roni finalizou, avaliando que a turnê “foi excelente, tivemos experiências de todas as formas. Em Marmeleiro, chegamos com o concerto maduro, a recepção foi maravilhosa, o local é acolhedor e encerramos com chave de ouro também para os artistas que, é muito importante porque  a acolhida foi muito boa”. O grupo  italiano embarcou para a Itália nesta segunda-feira.
Compartilhar