MAGAZINE DE NATAL EXCLUSIVIDADE RBJ.COM.BR

Deputados disputam título para cidade mais fria. Palmas ou Gal. Carneiro?

por Ivan Cezar Fochzato em 14 de Fevereiro de 2018 10:34
por Ivan Cezar Fochzato em 14 de Fevereiro de 2018 10:34

Palmas já alcançou -11ºC.

A imprensa estadual e nacional citam, no tempo do inverno, a cidade de General Carneiro. Cientificamente é comprovado que Palmas é mais fria. A crise de identidade sobre ser ou não ser a mais gélida do Estado, também chegou a Assembléia Legislativa do Paraná. Dois deputados, Nereu Moura(PMDB) e Professor Lemos(PT)  apresentaram projetos de Leis cada um definindo uma cidade como a mais fria do Paraná.

A primeira proposta, neste sentido, é do peemedebista através do projeto de Lei 374/2017 apresentado em agosto do ano passado. Reconhecendo Palmas como a mais fria e a capital da maçã do Paraná, a matéria tramita nas Comissões Permanentes da Casa de Leis. Está parada Comissão de Constituição de Justiça(CCJ) desde outubro. Leia PROJETO DE LEI. A proposta também referencia Palmas, como a maioria produtora de maçã do Paraná, respondendo por 30% da produção estadual e 2,16% da produção nacional.

No início deste mês foi apresentado na mesma Comissão de Constituição e Justiça(CCJ) o Projeto de Lei 235, de autoria do Deputado petista, que Concede o Título de Capital Paranaense do Frio ao Município de General Carneiro.  O relator é o deputado, também do PT, Péricles de Mello. O Parecer foi adiado pela ausência da relatoria na reunião da CCJ  no último dia 06.

Estudos e dados científicos confirmam que Palmas é a cidade mais fria, por sua altitude e diversos outros fatores climáticos. O que faltam são equipamentos de mensuração que sirvam de referência para os meios de comunicação do país. E nisso, General Carneiro está bem servido com a unidade do Instituto Nacional de Meteorologia(INMET) instalada em local estratégico para medir as mais baixas temperaturas.

Em Palmas, por sua vez, os medidores oficiais( IAPAR e SIMEPAR) fazem leitura a partir de locais com intensa interferência urbana do seu entorno. Entretanto, são fundamentais para a área de pesquisa e não para divulgações que estabelecem ranking de qual município é mais ou menos frio.

Voltando à Assembléia do Paraná. Como se tratam de duas matérias com o mesmo objetivo uma delas não deverá vingar, embora nenhuma tenha sido votada em Plenário, o que deverá ocorrer, se ocorrer, após pareceres favoráveis de todas as Comissões da Casa. Quem será mais quente: Moura ou Lemos? 

Compartilhar