MAGAZINE DE NATAL EXCLUSIVIDADE RBJ.COM.BR

Dep Zeca Dirceu cobra medidas para a crise do leite na região

por Ivan Cezar Fochzato em 6 de Fevereiro de 2018 16:27
por Ivan Cezar Fochzato em 6 de Fevereiro de 2018 16:27

Durante entrevista ao Programa Dinâmica 1050 da Rádio Club de Palmas, sul do Paraná, o deputado federal, Zeca Dirceu, disse que a decisão do governo de importar o leite de países vizinhos tem prejudicado a produção interna e comprometido a atividade dos produtores. Além do fim das importações, defende que a saída para a crise é a compra do mercado interno, o aumento da verba para a compra do leite estocado, o crédito para as cooperativas e renegociar a dívida dos agricultores.

Para o parlamentar, o setor produtivo – agricultores e cooperativas – continuam acumulando prejuízos e comprometendo o crescimento das regiões produtoras.

Apontou que o favorecimento do governo a importação de leite  da Argentina e Uruguai,  falta de orçamento e o desmonte de programas como  Aquisição de Alimentos(PAA) pelo governo federal são os  principais motivos para a crise no setor. “Estou exigindo do governo medidas para que o produtor receba um preço minimamente justo para que consiga se manter, cobrir custos e sustentar suas famílias”, argumentou.

Relatou que no Sudoeste do Paraná, em 2016, o preço do litro de leite variava entre R$ 2,00 e R$ 1,60, com preços menores para os produtores familiares e as pequenas cooperativas. Já no segundo semestre de 2017, o preço caiu para R$ 1,15, tendo chegado até R$ 0,70 por litro.

Apontou que governo tem dado preferência à importação do leite de países como Argentina e Uruguai, em detrimento da aquisição da produção interna. Sem falar no desmonte promovido nas políticas públicas, voltadas para a compra da produção nacional.  E isso afeta diretamente a agricultura familiar, que antes tinha o escoamento de sua produção garantido e, agora, sofre com a competição com os países vizinhos e com os cortes em ações estratégicas para o setor produtivo”, explicou.

Compartilhar