MAGAZINE DE NATAL EXCLUSIVIDADE RBJ.COM.BR

Decreto de emergência acelera atendimento a municípios atingidos pelas chuvas

por Francione Pruch em 9 de junho de 2014 8:30
por Francione Pruch em 9 de junho de 2014 8:30

O governador Beto Richa anunciou neste domingo (08), no Palácio Iguaçu, em reunião com a participação de todos os secretários do Estado, que assinará nesta segunda-feira um decreto que permite a ação mais rápida de ajuda aos municípios afetados pelas fortes chuvas que ocorreram nos últimos dias.

De acordo com a coordenação da Defesa Civil estadual, até o fim da tarde de domingo 70 municípios se encontravam em situação de emergência. “Muitos municípios estão precisando de ajuda e para agilizar esta situação e recebam recursos do Governo do Estado com menos burocracia, vamos decretar o estado de emergência nessas cidades atingidas”, afirmou Richa. O governador também destacou que as ações do Governo do Estado foram rápidas.

Na manhã desta segunda-feira, o Conselho Estadual de Defesa Civil se reúne para fazer outro levantamento da situação do Estado.

A região central do Estado é a mais afetada, principalmente o município de Guarapuava. Cerca de 800 pessoas estão desalojadas, em abrigos ou casas de familiares e nove pessoas morreram. “Os números mudam a todo momento, mas a Defesa Civil está mobilizada para atender todos os paranaenses”, afirmou o coordenador da Defesa Civil, coronel Adilson Castilho Casitas. “Ao todo 15 famílias foram retiradas de suas residências com a ajuda dos helicópteros do Governo do Estado e estão em segurança”, completou.

Ajuda – Na área de saúde estão sendo liberados R$ 6 milhões para os municípios comprarem vacinas, medicamentos, contratar e pagar hora extra aos profissionais de saúde. Provopar e a secretaria da Família também estão trabalhando para receber.

Os recursos para a saúde, segundo o secretário Michele Caputo Neto, são do programa VigiaSus. “Estamos antecipando o pagamento destes recursos que estava programado para o meio do ano”, destacou. O secretário afirmou também que o município de Irati recebeu vacinas e a medicação que solicitou. Do total de recursos do VigiaSus, Curitiba está recebendo R$840 mil reais.

Também foi solicitada ajuda ao Governo Federal para atender as famílias na questão humanitária. O governador Beto Richa desmarcou a agenda de compromissos desta segunda-feira para percorrer todos os municípios atingidos pelas fortes chuvas. “Toda a estrutura do governo como agricultura, habitação, Sanepar, Copel, Saúde, entre outras, estão atendendo os municípios mais atingidos”, afirmou Richa.

Durante a reunião deste domingo, os secretários de Estado apontaram ações que estão sendo feitas em todo o Estado para amenizar as perdas dos municípios atingidos.

De acordo com o meteorologista do Simepar César Beneti, a tecnologia disponível no Estado permitiu a previsão de desastres naturais nesta semana. “A Defesa Civil foi informada da previsão do tempo pelo Simepar e vidas foram salvas com a retirada rápida de famílias de áreas de risco”, disse o coronel Castilho.

Estradas – Nas rodovias que estão interditadas, muitas por quedas de barreiras, a secretaria da Infraestrutura e Logística e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) estão trabalhando com a Defesa Civil para liberar o tráfego o mais rápido possível.

“Vamos mobilizar os Consórcios da Patrulha do Campo, para priorizar o trabalho de recuperação de estradas vicinais nestes municípios”, afirmou o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara. A Patrulha do Campo é composta por maquinários para recuperação das estradas rurais.

Segurança – O secretário da Segurança Pública, Leon Grupenmacher, afirmou que a equipe está mobilizada para atuar na prevenção de saques que acontecem nas residências de famílias que são retiradas das suas casas em situação de risco. “Em Guarapuava, a Polícia Florestal está ajudando a retirar as famílias das áreas de risco”.
Transporte aéreo – As aeronaves do Governo do Estado estão trabalhando na retirada de famílias de áreas de risco e no transporte de pacientes. Dois helicópteros do Exército sobrevoaram a região Central do Estado e, por solicitação da Defesa Civil Estadual, estão ajudando no resgate de pessoas.

 

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar