Colheita de maçã chega a 40% em Palmas

por Ivan Cezar Fochzato em 21 de Fevereiro de 2018 11:18
por Ivan Cezar Fochzato em 21 de Fevereiro de 2018 11:18

A colheita de maçã em Palmas, sul do Paraná, já atingiu aproximadamente 40% do volume esperado para a safra(2017/2018), de 13 mil toneladas. A produção do município é a  maior Paraná (30%) e corresponde a 2,16% da produção nacional. Neste momento os produtores já colheram 60% da variedade Gala, que deverá chegar às 5,5 mil toneladas.

Conforme o produtor palmense e Diretor Técnico da Associação Brasileira dos Produtores de Maça(ABPM), Ivanir Dalanhol, entre 15 e 20 dias a Gala já estará toda colhida. A safra iniciou em janeiro, com as variedades precoces, especialmente a Eva, e encerra o ciclo com a Fuji que vai até início de maio.

Explicou que, como em todo o Brasil, neste ano se verifica diminuição do tamanho(calibre) dos frutos, em função do clima na fase de desenvolvimento das cultivares. “Isso ocasionará  diminuição da produção nacional que deverá atingir 1 milhão de toneladas, entre 10% e 20% menor que a safra passada”, disse ele. No município representará queda de milhão de quilos.

Em sua avaliação, a provável queda é importante para o produtor. Ao contrário das consequências da super safra no ano passado, este ano poderá receber preços melhores para se recuperar das perdas. Outro fator é a demora para a colheita em função das diversas floradas. “Isso obriga a fazer três ou quatro passadas, pois os frutos estão amadurecendo em fases distintas”, disse ele.

Qualidade

A diminuição do tamanho dos frutos está sendo compensada pela coloração, sabor e crocância. A amplitude térmica, com frio durante a noite/madrugada, sol forte durante o dia e a demora no processo colheita estão resultando em frutos no ponto ideal de maturação.

Compartilhar