Chopinzinho recebe mapeamento de áreas de risco do ITCG

por Edson Zuconelli em 8 de Fevereiro de 2018 8:56
por Edson Zuconelli em 8 de Fevereiro de 2018 8:56
Esta matéria utiliza fontes de: Assessoria da prefeitura de Chopinzinho.

Foto: Assessoria.

Visando dar apoio e suporte ao Município no processo de planejamento urbano e otimizando o processo de ocupação dos espaços foi entregue à Chopinzinho hoje (07) o Mapeamento de Áreas de Risco, realizado pelo Instituto de Terras, Cartografia e Geologia do Paraná – ITCG. Foram entregues 7 mapas e 1 relatório técnico. O estudo foi gratuito para o Município e também está disponível online.

O Prefeito Álvaro Scolaro conta que a necessidade de um estudo que abordasse estes aspectos ficou latente em 2014, quando o Município passou por problemas de alagamentos e inundações, causando prejuízos para os moradores. “Isto nos gerou uma preocupação, para que achássemos mecanismos técnicos de evitar que este tipo de fenômenos voltasse a acontecer aqui, trabalhando para uma ação antecipada do poder público. Este estudo identifica áreas de risco de alagamentos e deslizamentos, para que possamos atuar na forma de prevenção de desastres”, conta o Prefeito.

No ato de entrega, estiveram presentes diversas autoridades locais e representantes do ITCG. Fábio Ortigara, Diretor de Geologia do ITCG, explica que o estudo foi realizado por dois geólogos e que abordou a área urbana. “Este trabalho é orientativo, de mapeamento da área urbana, com a caracterização dos aspectos geológicos, geomorfológicos e hídricos, com a identificação das áreas de escorregamento, enchentes e risco de movimentos gravitacionais de massa”, diz. O Diretor Presidente do ITCG, Amílcar Cabral, salientou que este produto entregue é um trabalho do Estado para prevenção de desastres. Dos 399 municípios do Paraná, Chopinzinho está entre os 54 que já possuem o Relatório de Caracterização do Meio Físico para Fins de Planejamento Urbano com Indicação das Áreas de Risco Geológico na Área Urbana.

Com base neste estudo será realizada a identificação das áreas de risco, bem como o projeto de planejamento urbano do Município, em especial através da revisão do plano diretor.

 

Compartilhar