Central de regulação do SAMU permanece no Sudoeste

por Juliana Raddi em 30 de Janeiro de 2019 16:10
por Juliana Raddi em 30 de Janeiro de 2019 16:10

O Diretor Geral da Secretaria Estadual de Saúde (SESA), Nestor Werner Junior anunciou nesta terça-feira (29) que a Central de Regulação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) permanece em Pato Branco. A notícia foi bem recebida pela comunidade sudoestina, já que era cogitada a possibilidade da transferência dos serviços para Cascavel, causando incertezas para a população.

(Foto: Divulgação)

O Prefeito de Dois Vizinhos e Presidente do CIRUSPAR (Consórcio Intermunicipal da Rede de Urgências do Sudoeste do Paraná), Raul Isoton, ficou bastante otimista e comemorou a decisão. Segundo ele essa é uma grande conquista para o Sudoeste e quem ganha é a população, já que aproximadamente 650 mil pessoas são atendidas pelo SAMU na região. Essa notícia tranquilizou também os 300 servidores, “que sabem a segurança que eles têm no dia a dia com o serviço”, e agradeceu o apoio recebido, “temos que agradecer todos os envolvidos, o governador do estado Ratinho Junior que sensibilizou com a situação”.

Sobre os benefícios da decisão, o prefeito destaca que em qualquer chamado o SAMU estará pronto, presente e com a regulação em Pato Branco fica muito mais próxima da nossa realidade. Ele mencionou a atual situação financeira e falou sobre as melhorias na infraestrutura que o serviço oferece, “hoje o SAMU está numa situação confortável com todo equilíbrio financeiro, nos próximos meses nós vamos receber em torno de 10 ambulâncias para nossas bases, algo que com certeza vai trazer mais economia na manutenção dos nossos veículos e um serviço com muito mais segurança e agilidade quando existir um chamado”.

Para que o atendimento não sofra problemas por falta de recursos no caixa é necessário que todos os municípios realizem o repasse de recursos estabelecidos para o SAMU.

Confira a entrevista: 

 

Compartilhar