Câmara entrega o Prêmio Zilda Arns na próxima semana

por Evandro Artuzzi em 6 de junho de 2018 14:39
por Evandro Artuzzi em 6 de junho de 2018 14:39
Esta matéria utiliza fontes de: Assessoria e redação RBJ

Na próxima quarta-feira, dia 13 de Junho, a Câmara dos Deputados realiza a cerimônia de entrega do Prêmio Zilda Arns pela Defesa e Promoção dos Direitos da Pessoa Idosa. Cinco vencedores, que contribuíram ou têm contribuído ativamente na defesa dos direitos das pessoas idosas, terão seu trabalho reconhecido pela Câmara. A honraria, que será concedida anualmente pela Câmara dos Deputados, é uma iniciativa da deputada federal Leandre Dal Ponte (PV-PR). O projeto, de autoria da congressista paranaense e que deu origem ao prêmio, foi aprovado em setembro do ano passado.

A Pastoral da Pessoa Idosa será uma das entidades a receber o prêmio. Nesta semana, a deputada federal Leandre Dal Ponte fez uma visita à amiga, irmã Terezinha Tortelli, coordenadora da pastoral, que vai à Brasília na próxima semana para receber o prêmio, em nome da entidade.

Leandre aproveitou para conhecer a nova sede da Pastoral da Pessoa Idosa, no bairro Jardim Botânico, em Curitiba e conversou com a irmã Terezinha sobre a aproximação e viabilização de recursos para a pastoral, através da Câmara dos Deputados.

“A pedido da irmã Terezinha, vamos identificar quem são os deputados que mais estão ligados à defesa da pessoa idosa na Câmara dos Deputados. O nosso objetivo é mobilizar os deputados para atuarmos em conjunto na captação de recursos não somente oriundos de emendas parlamentares, para melhoria e aperfeiçoamento do trabalho da pastoral no Brasil”, comentou Leandre.

Honraria foi criada pela Câmara dos Deputados com aprovação de uma proposta de autoria da deputada Leandre Dal Ponte. Foto de divulgação

Vencedores 

Além da Pastoral da Pessoa Idosa, outras quatro entidades ou pessoas foram escolhidas para receber o prêmio. São elas: Lar dos Velhinhos de Piracicaba (São Paulo), Instituto Juvino Barreto do Rio Grande do Norte, Conferência Vicentina de Lages de Santa Catarina, e Anna Trotta Yaryd de São Paulo.

Ano de Valorização

O Prêmio Zilda pela Defesa e Promoção dos Direitos da Pessoa Idosa faz parte do calendário de atividades do Ano Nacional de Valorização e Promoção dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa, instituído após a aprovação de um projeto de lei (PL 9357/17) apresentado pela deputada federal Leandre.

Além da premiação, também faz parte do calendário de atividades do ano de 2018 a formação de um grupo de trabalho com parlamentares, consultores e técnicos para atualizar o Estatuto do Idoso e a Política Nacional da Pessoa Idosa e distribuir cópias do estatuto por meio dos Conselhos Municipais e Estaduais do Idoso.

Compartilhar