Cacispar debate temas relevantes para a região Sudoeste

por Redação RBJ em 28 de julho de 2016 18:22
por Redação RBJ em 28 de julho de 2016 18:22

Representantes de associações comerciais e empresariais (ACEs), vinculadas à Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Sudoeste do Paraná (Cacispar), se reuniram no auditório da entidade, no início da semana, para mais uma reunião mensal. Um dos assuntos foi a XIV Convenção Anual da Cacispar com o tema tema “Como reagir ao novo cenário econômico e alcançar resultados”, a ser realizada no dia 4 de agosto, a partir das 15h30, no auditório da Unioeste de Francisco Beltrão. A organização espera bater o recorde de participantes porque são esperadas caravanas com representantes de ACEs de toda a região.

Em 2015, a convenção reuniu 450 pessoas na Unioeste e a Associação Empresarial de Mangueirinha se destacou nos últimos cinco anos como a caravana que mais traz associados no evento.

Nesta edição, o palestrante Allan Costa abordará  o tema “Depois da tempestade: Como aproveitar a onde de prosperidade do pós-crise.”  O investimento é de R$ 80, incluso jantar. A partir de cinco inscrições o valor cai para R$ 70. As inscrições prosseguem até o dia 1º de agosto, segunda-feira, através do site.cacispar.org.br/convencao/. Esta semana, Allan fez um vídeo, direto da Rússia, convidando a todos para a convenção.

Representantes de ACEs vem de várias cidades distantes de Beltrão para se engajar nos assuntos da região. Crédito: Darce Almeida/Cacispar.

Representantes de ACEs vem de várias cidades distantes de Beltrão para se engajar nos assuntos da região.
Crédito: Darce Almeida/Cacispar.

Um pouco mais do palestrante Allan Costa

Pai do Lucca, palestrante, empresário, empreendedor, consultor de negócios, conselheiro de administração, investidor anjo, mentor de startups, músico amador e motociclista de aventura. Acredita na capacidade das pessoas para promover transformações e que os maiores pecados das empresas contemporâneas são as obviedades e a mediocridade.

Programação

15h30 – Credenciamento

16h – Abertura oficial

16h30 – Painel: “O papel das instituições no crescimento e desenvolvimento da economia paranaense”.

17h30 – Apresentação da Faciap

18h – Programa Compra Sudoeste

18h30 – Palestra com Allan Costa, formando pelo programa de Gestão Avançada (AMP) da Harvard Business School, mestre em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), Diretor Superintendente do Sebrae/PR (2007 a 2013), colunista da Rádio CBN e Jornal Gazeta do Paraná.

20h – Solenidade de encerramento com sorteio de prêmios (uma câmera digital e dois smartphones) e jantar na Churrascaria Pampeana. O regulamento da premiação está no site.cacispar.org.br/convencao/.

A realização da convenção é da Cacispar e do Conselho Permanente de Executivos do Sudoeste (Copes). O patrocínio oficial é da Sicoob, patrocinadores másters Garanti Sudoeste, BRDE, Fiep, Sesi, Senai e IEL. São apoiadores: Supera Sistemas, Megasult, Muralha Empresa Contábil e Grupo Mar Virtual, além dos parceiros Unioeste, Sebrae, Faciap e CACB.

O programa Compra Sudoeste

O escritório de Compras Públicas – Compra Sudoeste – é um serviço público prestado de forma mista através de parceria entre órgãos da administração pública direta ou indireta, e a iniciativa privada. A iniciativa privada, por meio de entidades que representem ou defendam os interesses de microempresas e empresas de pequeno porte, com a finalidade de aumentar a participação das MPEs locais e regionais nas compras governamentais. Na reunião de segunda-feira foram ajustados os detalhes para que as ACEs do Sudoeste assinem o Termo de Adesão Programa Compra Sudoeste.

“Estamos cobrando bastante das associações empresariais para que elas possam assinar o termo. Com o termo assinado a gente tem como cobrar a execução desse programa, para que ele seja levado adiante. É um projeto piloto no Paraná e que está sendo implantado na região. Temos um grande compromisso para que ele seja viabilizado e percebemos que, na medida em que a pessoa conhece seu funcionamento, ela começa a perceber a importância disso. As empresas deixam de ganhar uma fatia muito grande das vendas por meio de licitações para empresas de outros estados. Entendo que temos que manter ao máximo o dinheiro circulando aqui na nossa região. Esse movimento faz aumentar a economia regional”, explica Jair dos Santos, presidente da Cacispar.

É preciso ouvir todas as partes envolvidas

Jair falou sobre o Corredor do Sudoeste (PR 280), tema debatido há algumas semanas na Amsop com diversas lideranças, inclusive com a presença do chefe da Casa Civil paranaense, Valdir Rossoni. “Lembro quando eu trabalhava na agência regional de desenvolvimento esse tema já vinha sendo discutido, das necessidades urgentes para nossas rodovias. Agora vem essa proposta de privatização onde contemplaria a região, através de pedágio. Quase todas as entidades do Sudoeste se manifestam a favor desta melhoria. Não dá mais pra continuar do que jeito que está somente com operações de tapa buraco. Mas é preciso ouvir todas as entidades representativas como a quantidade de praças e valores destes pedágios e seu unir num único objetivo. Importante que se chegue a um consenso nesse assunto”, afirma o dirigente.

E os representantes de ACEs demonstraram estar ‘bem ligados’ a todas as ações governamentais relacionadas à região. Um deles lembrou situações de casas familiares rurais do estado do Paraná que “tem mais gente pra trabalhar do que alunos estudando”. “Nós estamos bem informados e mobilizados para que as coisas venham a acontecer de acordo com as reais necessidades. Tudo o que é mal gerido não deve ser mantido funcionando. No setor privado, se uma empresa não gerir bem as receitas e despesas, automaticamente vai quebrar. No setor público não é diferente”, reforça Jair.

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar