MAGAZINE DE NATAL EXCLUSIVIDADE RBJ.COM.BR

Avança as negociações para construção de Hospital Filantrópico em Francisco Beltrão

por Francione Pruch em 2 de Fevereiro de 2018 15:12
por Francione Pruch em 2 de Fevereiro de 2018 15:12

Reunião da ARSS / Foto: Assessoria Amsop

Avança o projeto que busca a construção de um Hospital Filantrópico na cidade de Francisco Beltrão. Na manhã desta sexta-feira (02), aconteceu no CRE (Centro Regional de Especialidades), durante assembleia da ARSS (Associação Regional de Saúde do Sudoeste) uma reunião entre prefeitos e lideranças para debater o assunto. Com o apoio do Ministro da Saúde, Ricardo Barros e aprovação dos prefeitos dos 27 municípios da microrregião, o projeto deve custar R$ 21 milhões.

Para o presidente da Comissão de Saúde da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (AMSOP) e prefeito de Salgado Filho, Helton Pfeiter, “já temos em andamento desde o ano passado essas tratativas, no caminho de melhorar a rede hospitalar na nossa região. No último domingo o Ministro da Saúde nos recebeu em Curitiba, para efetivar a proposta e solicitar recursos do ministério para construção do hospital”.

O terreno para construção será doado pelo município de Francisco Beltrão e deverá ser próximo ao CRE, no bairro Água Branca. “Temos a possibilidade de colocar próximo ao curso de medicina, Hospital Regional e CRE para que a gente possa organizar a rede hospitalar, todo o serviço num local mais próximo um do outro”, afirma Pfeiter.

Nesta sexta-feira, um técnico do ministério da Saúde está em Francisco beltrão para definir os detalhes do projeto, como valores e questões técnicas. A proposta é que a nova unidade tenha 92 leitos, incluindo internamento clínico, cirurgia, obstetrícia, UTI e psiquiátrico. A capacidade de cirurgias eletivas pode chegar na casa de 140 por mês, em diversas áreas.

Segundo o prefeito de Salgado Filho, “temos hoje a necessidade de R$20 a 25 milhões para construção dele e depois pensar a compra de equipamentos”.

Por se tratar de um hospital filantrópico, a ARSS será responsável pela administração da unidade. Dessa forma, a obtenção de recursos estaduais e federais será mais fácil.

 

 

 

Compartilhar