Show promovido pela Rede Bom Jesus de Comunicação e Rádio Onda Sul FM de Francisco Beltrão

Até que enfim, vou ver o asfalto entre Coronel Domingos Soares e Palmas

por Guilherme Zimermann em 7 de dezembro de 2017 14:52
por Guilherme Zimermann em 7 de dezembro de 2017 14:52

O anúncio da abertura do edital da licitação para o asfaltamento da estrada entre Coronel Domingos Soares e Palmas, Sul do Paraná, é o desfecho de uma história de 30 anos de luta, de promessas e muitas desilusões. Porém, ao que parece, essa história deverá ter um “final feliz”. A projeção é que até o final de 2019, as  obras estarão concluídas.

Trecho que deverá ser pavimentado

Trecho que deverá ser pavimentado

Nesta semana, o município domingossoarense comemora 22 anos de emancipação político-administrativa. Ele nasceu do desmembramento do então distrito de Coronel Domingos Soares, ou, o popular “Retiro”, do município de Palmas.

Antes mesmo de se tornar independente, a localidade já convivia com as promessas do asfalto. Desde 1987, pelo menos, o Governo do Estado afirmava que a estrada estava em seus planejamentos. Desde então, as promessas se renovaram, mas a estrada continuou do mesmo jeito.

Passaram pelo Governo do Paraná, Alvaro Dias, Roberto Requião (por TRÊS vezes), Jaime Lerner (DUAS vezes) e Beto Richa, que cumpre seu segundo mandato. Todos prometeram o asfalto. Além dos governadores, as promessas partiram também de deputados aliados, de cabos eleitorais e dos “papagaios de pirata”.

Se contabilizarmos as vezes que a estrada entrou no orçamento do Estado, seja para um simples patrolamento ou para a prometida pavimentação, teremos, pelo menos, R$ 60 milhões, quase o valor que custará a obra de fato, orçada em R$ 67,8 milhões, aproximadamente.

Em 2011, quando assumiu, Richa dizia que a obra sairia do papel, mas pedia paciência. O edital de licitação já está publicado e até o primeiro trimestre de 2018 as máquinas devem começar a trabalhar. Demorou, mas está se concretizando. Ponto para o atual governador. Quiçá, até o final de 2019, o que, no papel é uma rodovia, mas na realidade é um estradão de terra, possa, de fato, ser chamado de PR-912 – Rodovia Dom Agostinho José Sartori, uma justa e legítima homenagem à saudosa memória do 2º Bispo da Diocese de Palmas/Francisco Beltrão.

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar