Assinada ordem de serviço de rodovia Cel Domingos Soares a Palmas

por Ivan Cezar Fochzato em 4 de Abril de 2018 11:42
por Ivan Cezar Fochzato em 4 de Abril de 2018 11:42

A pavimentação da PR 912, entre Coronel Domingos Soares e Palmas, foi iniciada ontem(03), com o ato histórico de assinatura da Ordem de Serviço pelo Chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Valdir Rossoni, na Câmara de Vereadores domingossoarense. Pleiteada ao longo de mais de 30 anos, a obra totaliza 27,1 quilômetros entre a avenida das Araucárias até a PR-449(Rodovia vereador Sady Marcondes Loureiro).

Prestigiaram o ato e também assinaram o documento, além das lideranças políticas e sociais e empresariais, o deputado estadual, Guto Silva(PSD); a prefeita anfitriã, Dona Maria; de Coronel Vivida, Frank Schiavini; de Honório Serpa, Luciano Dias; de Clevelândia, Ademir Gheller; de Bom Sucesso, Nilson Antônio Feversani, e vereadores e ex-vereadores de ambos municípios. A ordem de serviço também foi assinada pelos ex-prefeitos, Célcio Luiz Reis, de Coronel Domingos Soares e Hilário Andraschko, de Palmas.

A Rodovia Dom Agostinho José Sartori tem importância estratégica para o crescimento e desenvolvimento da região e é um dos pleitos das populações e que também consta da Carta de Palmas do Movimento Palmas Desenvolvida, assinada por representantes dos municípios junto aos governos em 2014.

Os recursos da ordem de R$ 67 milhões empresados,pelo governo paranaense junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento(BID), serão aplicados em terraplenagem, drenagem rural e urbana, pavimentação da rodovia e ciclovias, remanejamento de interferências, sinalização, cercas, passeios, lombadas, defensas, abrigos de parada de ônibus paisagismo, desapropriação e melhorias ambientais. No projeto consta ainda a construção de uma nova ponte sobre o rio Chopim e um trevo na PR 449. O cronograma prevê a conclusão das obras em 20 meses.

O Governador do Estado, Beto Richa, que havia antecipadano pela Rádio Club/RBJ que não poderia estar presente ao ato, avaliou que o investimento nesta região trará desenvolvimento para os dois municípios beneficiados. “Me sinto realizado em garantir essa obra que é uma conquista de todos vocês”, disse o governador do Paraná.

Chefe da Casa Civil mencionou que o projeto foi marcado por diversas dificuldades técnicas financeiras, administrativas e políticas. “Agora a empresa[Terraplan] tem trinta dias para se instalar e iniciar as obras”, disse. Rossoni, que nasceu no município de Palmas antes da emancipação de Biturna, onde começou sua trajetória política, comparou que a pavimentação PR 912 é a principal obra de sua região de origem. Citou por exemplo, que a ponte sobre o Rio Iguaçu em União da Vitória, vai custar R$ 25 milhões. “Está de parabéns Palmas e Coronel Domingos Soares. Torço que a empresa execute a obra no menor espaço de tempo”, apontou.  Lembrou que a pavimentação era uma meta do governador, Beto Richa,  pois é o único município do Sudoeste que ainda não tem ligação asfáltica. “O governador tinha esse compromisso e está honrando, ao deixar a obra iniciada. Estamos festejando, comemorando esse feito”, finalizou.

A prefeita avaliou que agora não se trata de mais um procedimento e que a obra agora está, de fato garantida. “Ainda bem que foi assinada no dia 03 e não em 01º de Abril”, brincou Dona Maria. Durante seu discurso desabafou e criticou as manifestações de desconfiança quanto as suas intenções de continuar a luta pela estrada. “Nos tacharam de mentirosos, mas agora está comprovado que nós da administração, o Rossoni e o Governador, não estávamos brincando. Havia um compromisso e que foi concretizado hoje”, disse ela.  Projetou que a estrada não “será apenas um tapete preto entre florestas e lavouras, mas o caminho para um novo tempo de desenvolvimento e progresso para o muncípio e região”, finalizou.

 

Compartilhar